Bolsas em formato de livro que são apaixonantes!

Já pensou em ter uma bolsa linda e, ainda por cima, em formato de livro? O site Bored Panda divulgou imagens de bolsas inspiradas em personagens da ficção que são pra lá de incríveis! É uma mais apaixonante que a outra: tem bolsa do Harry Potter, do Pequeno Príncipe, Alice no País das Maravilhas e muito mais!

Confira as fotos e diz pra gente se não são maravilhosas!

Bolsas em formato de livro que são apaixonantes!

Bolsas em formato de livro que são apaixonantes!

Bolsas em formato de livro que são apaixonantes!

Bolsas em formato de livro que são apaixonantes!

Bolsas em formato de livro que são apaixonantes!

Bolsas em formato de livro que são apaixonantes!

Bolsas em formato de livro que são apaixonantes!

Já quero!

LEIA TAMBÉM


Comente!
Escrito por:

Isabela Zamboni


Descubra qual era o livro mais vendido no dia em que você nasceu

A revista Super Interessante divulgou uma lista bem curiosa sobre os livros mais vendidos no Brasil e nos Estados Unidos durante os últimos 40 anos.

Desde a década de 70 até hoje, você descobre qual livro foi o mais vendido no ano que você nasceu! Será que muita coisa mudou no mercado editorial de lá pra cá? Os dados foram compilados da revista Veja e do New York Times. Confira:

Descubra qual era o livro mais vendido no dia que você nasceu

Reprodução/Tumblr

Anos 70

1975

Brasil – Gabriela, Cravo e Canela, Jorge Amado

Estados Unidos – A Saga do Colorado, James Michener

1976

Brasil – Araceli, Meu Amor, de José Louzeiro

Estados Unidos – Triniy, Leon Uris

1977

Brasil –

Estados Unidos – Pássaros Feridos, Colleen McCullough

1978 

Brasil- Conversa na Catedral, Mario Vargas Llosa

Estados Unidos – A Herdeira, Sidney Sheldon

1979

Brasil – Farda, Fardão, Camisola de Dormir, Jorge Amado

Estados Unidos – O círculo Matarese, Robert Ludlum

Anos 80

1980

Brasil- A Falta que Ela me Faz, Fernando Sabino

Estados Unidos- A identidade Bourne, Robert Ludlum

1981

Brasil- Crônicas de uma morte anunciada, Gabriel García Márquez

Estados Unidos- Os Rebeldes, James Michener

1982

Brasil – O Analista de Bagé, Luis Fernando Veríssimo

Estados Unidos – O Mosaico de Parsifal, Robert Ludlum

1983

Brasil – A Velhinha de Taubaté, Luis Fernando Veríssimo

Estados Unidos – A Garota do Tambor, John Le Carré

1984

Brasil – Tocaia Grande, Jorge Amado

Estados Unidos – Operação Aquitânia, Robert Ludlum

1985

Brasil – A Insustentável Leveza do Ser, Milan Kundera

Estados Unidos – Tripulação de Esqueletos, Stephen King

1986

Brasil – A Insustentável Leveza do Ser, Milan Kundera

Estados Unidos – A Coisa, Stephen King

1987

Brasil – As Brumas de Avalon, Marion Zimmer Bradley

Estados Unidos – O Preço do Amor, Danielle Steel

1988

Brasil – As Brumas de Avalon, Marion Zimmer Bradley

Estados Unidos – O Cardeal do Kremlin, Tom Clancy

1989

Brasil – As Areias do Tempo, Sidney Sheldon

Estados Unidos – A casa da Rússia, John Le Carré

Leia também

Os últimos versos escritos por Emily Brontë

10 motivos que provam que ler faz bem para a saúde

Manuscritos e revisões originais de autores famosos

Anos 90

1990

Brasil – Diário de um Mago, Paulo Coelho

Estados Unidos – O Ônus da Prova, Scott Turow

1991

Brasil – O Alquimista, Paulo Coelho

Estados Unidos – Scarlett, Alexandra Ripley

1992

Brasil – O Alquimista, Paulo Coelho

Estados Unidos- O Dossiê pelicano, John Grisham

1993

Brasil – Noite sobre as Águas, Ken Follett

Estados Unidos – As Pontes de Madison, Robert James Waller

1994

Brasil – Brida, Paulo Coelho

Estados Unidos – A Profecia Celestina, James Redfield

1995

Brasil – Comédias da Vida Privada, Luis Fernando Veríssimo

Estados Unidos – A Profecia Celestine, James Redfield

1996

Brasil – O Mundo de Sofia, Jostein Gaarder

Estados Unidos – Segredos do Poder, Joe Klein

1997

Brasil – O Mundo de Sofia, Jostein Gaarder

Estados Unidos – A Montanha Gelada, Charles Frazier

1998

Brasil – O Livro das Virtudes para Crianças, William j. bennett

Estados Unidos – O Advogado, John Grisham

1999

Brasil – O Homem que Matou Getúlio Vargas, Jô Soares

Estados Unidos – O Testamento, John Grisham

Descubra qual era o livro mais vendido no dia que você nasceu

Anos 2000 em diante

2000

Brasil – Harry Potter e a Pedra Filosofal, J.K Rowling

Estados Unidos – A Confraria, John Grisham

2001

Brasil – Harry Potter e a Pedra Filosofal, J.K. Rowling

Estados Unidos – O diário de Suzana para Nicolas, James Patterson

2002

Brasil – Harry Potter e a Câmara Secreta, J.K. Rowling

Estados Unidos – The Lovely Bones, Alice Sebold

2003

Brasil – Onze Minutos, Paulo Coelho

Estados Unidos – O Código da Vinci, Dan Brown

2004

Brasil – Budapeste, Chico Buarque

Estados Unidos – O Código da Vinci, Dan Brown

2005

Brasil – Fortaleza Digital, Dan Brown

Estados Unidos – O Corretor, John Grisham

2006

Brasil – Quando Nietzsche Chorou, Irvin D. Yalom

Estados Unidos – For One More Day, Mitch Albom

2007

Brasil – A Cidade do Sol, Khaled Hosseini

Estados Unidos – A Cidade Do Sol, Khaled Hosseini

2008

Brasil – A Menina que Roubava Livros, Markus Zusak

Estados Unidos – O Recurso, por John Grisham

2009

Brasil – A Cabana, William Young

Estados Unidos – O Símbolo Perdido, Dan Brown

2010

Brasil – A Cabana, William P. Young

Estados Unidos – A Rainha do Castelo de Ar, Stieg Larsson

2011

Brasil – A Guerra dos Tronos, George R. R. Martin

Estados Unidos – A Resposta, Kathryn Stockett

2012

Brasil – A Escolha, de Nicholas Sparks

Estados Unidos – Cinquenta Tons de Cinza, E. L. James

2013

Brasil – Inferno, Dan Brown

Estados Unidos – Um Porto Seguro, Nicholas Sparks

2014

Brasil – A Culpa é das Estrelas, John Green

Estados Unidos – O Pintassilgo, Donna Tartt

2015

Brasil – O Pequeno Príncipe, Antoine de Saint-Exupéry

Estados Unidos – A Garota no Trem, Paula Hawkins

 

No ano em que eu nasci, o livro mais vendido era Diário de um Mago, do Paulo Coelho!


Comente!
Escrito por:

Isabela Zamboni


Manuscritos e revisões originais de autores famosos

Todo mundo que já tentou escrever um livro – ou escreve com frequência – sabe que a primeira versão nunca é a principal. Os textos precisam de revisão e um novo olhar, nem que o autor precise conferir mil vezes e pedir a opinião de terceiros.

E muito se engana quem acredita que autores incríveis como Charles Dickens, Jane Austen ou Guimarães Rosa não modificavam suas primeiras versões de suas obras. Inclusive, já fiz uma resenha do livro “Sobre a Escrita”, do Stephen King, em que ele fala sobre o processo de criação e ele comenta como a revisão é tudo!

Já pensou em como esses escritores de livros consagrados faziam revisões de seus trabalhos? Alguns escreviam à mão – não havia outra alternativa na época – outros com máquina de escrever ou computador, mas o processo de revisão é unânime: rabiscos e mais rabiscos!

Confira:

Jane Austen – The Watsons

Balzac – Eugénie Grandet: Autograph manuscript and corrected galley proofs signed

Moacyr Scliar – A Guerra no Bom Fim

José Saramago – O Ano da Morte de Ricardo Reis

Fernando Pessoa (Alberto Caeiro)

manuscrito fernando pessoa

Fonte: purl.pt/

Charles Dickens – Grandes Esperanças

James Joyce – Ulisses

Guimarães Rosa – O Grande Sertão Veredas

Eça de Queirós – Adão e Eva no Paraíso

George Orwell – 1984

Leia também

13 autores best seller dão dicas para iniciantes

5 livros para escritores iniciantes


Comente!
Escrito por:

Isabela Zamboni


Designer transforma livro em joias

Designer transforma livro em joias

FOTO: Reprodução

Você teria coragem de cortar as páginas de um livro? E se fosse para ele virar uma joia? Não entendeu? A gente te explica! Jeremy May é um designer britânico que transforma as páginas de livros antigos em verdadeiras obras de arte!

Jeremy cria joias – aneis, pulseiras, colares, braceletes – a partir de livros, e isso só é possível graças a um processo único de laminação, que  – segundo o site oficial do designer – consiste em cortar as centenas de folhas de papel em conjunto e, depois, dar o acabamento final usando cores e verniz de alto brilho.

As peças são as mais variadas possíveis, e a criatividade vai longe: cores e formas únicas e exclusivas são feitas por May. Confira a beleza das peças:

Designer transforma livro em joias

FOTO: Reprodução

Designer transforma livro em joias

FOTO: Reprodução

Designer transforma livro em joias

FOTO: Reprodução

Designer transforma livro em joias

FOTO: Reprodução

Designer transforma livro em joias

FOTO: Reprodução

Designer transforma livro em joias

FOTO: Reprodução

Com a peça pronta, é hora de colocá-la na embalagem: de volta ao livro! Segundo Jeremy, isso “traz  emoções e experiência única aos clientes“.

E você? Teria coragem de “sacrificar” um livro para criar uma joia? Qual título você gostaria de carregar como acessório? Conta pra mim nos comentários!

Designer transforma livro em joias

FOTO: Reprodução


Comente!
Escrito por:

Melissa Marques


Local que inspirou autora de “O Morro dos Ventos Uivantes” sofre com ataques de vandalismo

As ruínas de Top Withens, uma casa de fazenda que serviu como inspiração para o lar da família Earnshaw no famoso livro “O Morro dos Ventos Uivantes”, de Emily Brontë, foram danificadas por turistas que removeram pedras das paredes.

top withens morro ventos uivantes

Crianças que escalaram as ruínas da casa (localizada em Haworth, West Yorkshire, na Inglaterra), chegaram a danificar a construção, que se tornou um destino popular para os fãs da autora britânica. O local é tão famoso entre os turistas, que algumas placas inseridas na região são escritas em várias línguas diferentes.

top withens morro ventos uivantes

Por conta do vandalismo no espaço, foram colocadas algumas placas e indicações em Top Whitens, alertando as pessoas a não subirem nas ruínas, não removerem pedras da parede e supervisionarem as crianças. No entanto, isso gerou reclamações na comunidade, que afirmam que as placas estão deixando o local desagradável, justamente em uma área de incrível beleza natural.

SAIBA MAIS

Resenha: O Mundo de Downton Abbey – Jessica Fellowes

Resenha: Persuasão – Jane Austen

top withens morro ventos uivantes

Placa localizada no local gerou polêmica na comunidade

Por conta das reclamações, a companhia responsável pelo espaço – Yorkshire Water – decidiu substituir as placas por sinalizações mais “simpáticas” na locação, que ainda devem ser aprovadas pela Sociedade Brontë.  Segundo o vereador da cidade, Russell Brown, os ataques de vandalismo estão reduzindo o tempo para restauração das ruínas, que serão fechadas para visitação do público.

Que tristeza! O local é tão lindo, mas as pessoas não se contentam em conhecer, ainda precisam destruir o espaço… um sonho: conhecer esse lugar que inspirou um dos meus livros favoritos! ❤

top withens morro ventos uivantes


1 Comentário
Escrito por:

Isabela Zamboni


Página 1 de 41234