Resenha

Resenha: 24 Horas na Vida de uma Mulher – Stefan Zweig

Foto: Isabela Zamboni/Resenhas à la Carte

Comecei a ler 24 Horas na Vida de uma Mulher, de Stefan Zweig, depois de encontrar a edição da Zahar disponível no Kindle Unlimited. Trata-se de uma novela – gênero situado entre o conto e o romance – bem curtinha, de apenas 107 páginas. A história foi classificada por Freud como uma “obra-prima” e conta, literalmente, um acontecimento que dura somente um dia na vida de uma mulher.

Confira a sinopse:

Resenha

Resenha: Légume e o Tempo – Michel Ramalho

Comecei a ler Légume e o Tempo em uma parada na sessão de HQ da Saraiva. Comecei e terminei, na verdade. O livro é tão cativante que, quando você percebe, já está nas últimas páginas.

Confira a sinopse oficial:

“O Légume é um pequeno mensageiro que vive num mundo onde tudo parece possível. Em suas viagens para entregar cartas ele costuma ver todo tipo de lugar, seres, coisas curiosas e fantásticas que são tão maravilhosas que nem parecem ser de verdade. Essa rotina é incrível, mas ainda assim não parece faze-lo tão feliz. O maravilhoso é MARAVILHOSO, mas Légume quer algo que seja verdadeiramente real e assim começa sua jornada.
Légume será uma série de 3 livros. Nesse primeiro livro “Légume e o Tempo”, ele encontrará em seu caminho, Anita, uma camponesa fofa e agitada que embora seja muito alegre, carrega consigo uma montanha de culpa e um dilema que se arrasta do passado até o presente, só aumentando de intensidade e dor. O tempo é seu maior problema. Você já imaginou como levaria sua vida se pudesse controlar o tempo? Bom, a Anita pode, mas será que isso é mesmo uma vantagem?”

Ao pesquisar um pouco mais sobre o livro para criar este post, tomei conta que o projeto foi feito através de apoio via Catarse. O livro atingiu 183% da meta estipulada!

Resenha

Resenha: Matadouro-Cinco – Kurt Vonnegut

Foto: Isabela Zamboni/Resenhas à la Carte

Os livros de Kurt Vonnegut sempre foram muito elogiados e eu só encontrava críticas positivas a respeito do autor. Foi então que fiquei curiosa para ler Matadouro-Cinco, de 1969, obra de grande contribuição para a literatura norte-americana da época. Os toques de ironia, criticismo e relato cru com toques de fantasia e ficção científica para descrever os horrores da Segunda Guerra Mundial são avassaladores. Veja a sinopse:

Resenha

Resenha: Mulherzinhas – Louisa May Alcott

Foto: Isabela Zamboni/Resenhas à la Carte

O livro Mulherzinhas é um daqueles clássicos que já foram citados milhares de vezes no cinema, na TV e em outros livros. Com várias adaptações, a obra de Louisa May Alcott tornou-se uma referência mundial na literatura jovem/infantil. A história das irmãs Jo, Amy, Beth e Meg fascina até hoje, com personagens únicas de personalidades fortes.