Listas, Melhores do Ano  |  22.12.2020

Goodreads elege os melhores livros de 2020. Veja quais são!

Todo ano, o site Goodreads promove o Goodreads Choice Awards, em que leitores do mundo todo podem votar nos seus livros favoritos, de diferentes gêneros. As categorias englobam ficção, mistério, fantasia, romance, horror, ficção científica, memória e biografia, não-ficção, entre outras. Neste ano, trouxemos para vocês os melhores livros de 2020 na categoria de ficção

Foram 506,978 votos no total, de leitores que acessam com frequência a rede social. Entre os 20 mais votados do ano, o grande vencedor foi The Midnight Library, de Matt Haig, ainda sem tradução brasileira.

A seguir, veja quais foram os 10 melhores livros de 2020 na categoria ficção, de acordo com leitores do Goodreads.

Melhores livros de 2020 na categoria ficção

1. The Midnight Library – Matt Haig

Em algum lugar além da borda do universo existe uma biblioteca que contém um número infinito de livros, cada um contando a história de outra realidade. Um conta a história de sua vida como ela é, junto com outro livro sobre a outra vida que você poderia ter vivido se tivesse feito uma escolha diferente. Enquanto todos nós nos perguntamos como nossas vidas poderiam ter sido, e se você tivesse a chance de ir à biblioteca e ver por si mesmo? Alguma dessas outras vidas seria realmente melhor?

Crédito da imagem: Chapters of May

Em The Midnight Library, o novo romance de Matt Haig (conhecido pelo livro Como parar o tempo), Nora Seed se depara com essa decisão. Diante da possibilidade de mudar de vida por uma nova, seguir uma carreira diferente, desfazer antigas separações, realizar seus sonhos de se tornar uma glacióloga; ela deve pesquisar dentro de si mesma enquanto viaja pela Biblioteca da Meia-Noite para decidir o que é verdadeiramente gratificante na vida, e o que faz valer a pena viver em primeiro lugar.

O livro ainda não tem tradução no Brasil, mas você pode ler em inglês:

 2. Anxious People – Fredrik Backman

Ainda sem tradução brasileira, Anxious People: A Novel, é sobre um crime que nunca aconteceu, um aspirante a ladrão de banco que desaparece no ar e oito estranhos extremamente ansiosos que descobrem que têm mais em comum do que jamais imaginaram.

Segundo a sinopse da obra, o livro é uma história construída de maneira engenhosa sobre o poder duradouro da amizade, do perdão e da esperança – as coisas que nos salvam, mesmo nos momentos de maior ansiedade.

Para comprar (em inglês), é só clicar no link abaixo:

3. Terra Americana – Jeanine Cummins

Em uma agradável vizinhança de Acapulco, um massacre. Uma chacina vitima dezesseis membros de uma mesma família, durante uma festa de quinze anos. Os únicos sobreviventes são Lydia e seu filho Luca, de oito anos. O marido de Lydia, Sebastián, foi o jornalista responsável pelo perfil jornalístico do homem que controla o cartel de drogas mais poderoso da cidade. E agora, como a maioria dos seus parentes, ele também está morto.

Lydia acredita ter sua parcela de culpa. O homem gentil e erudito que passou a frequentar a livraria que ela administra não é apenas um sujeito de meia-idade interessado em literatura. É Javier, o narcotraficante que comanda o cartel.

Agora, Lydia sabe que precisa fugir com seu filho para muito longe e o mais rápido possível. Instantaneamente transformados em migrantes, os dois dão início a uma longa jornada em direção aos Estados Unidos, aparentemente o único lugar que o poder de Javier não alcança. À medida que se juntam às inúmeras pessoas que tentam uma vida melhor fora do país, e enfrentam todos os obstáculos e perigos dessa viagem que deixa uma infinidade de vítimas pelo caminho, Lydia descobre que todos ali estão fugindo de algo.

Repleto de suspense e impactante, Terra americana tem personagens cativantes, cujas histórias fazem refletir sobre o heroísmo e a generosidade das pessoas que arriscam tudo para ter um lugar em que possam viver com dignidade. Escolhido para o clube do livro da Oprah, o romance já teve os direitos de adaptação cinematográfica adquiridos.

Clique abaixo para saber mais:

4. Na Corda Bamba – Kiley Reid

Certa noite, num supermercado de um bairro rico, Emira Tucker, uma jovem negra que trabalha como babá, é abordada por um segurança que a acusa de ter sequestrado Briar, a garotinha branca que está com ela. Uma pequena multidão se reúne, alguém faz um vídeo da situação e a comoção só termina quando o pai da criança aparece.

Alix, a mãe de Briar, fica chocada com o ocorrido. Bem-sucedida e dona de uma marca envolvida na luta pelo empoderamento feminino, ela decide que Emira merece justiça e resolve fazer de tudo para que isso aconteça.

Crédito da imagem: Retipatia

A própria Emira, porém, só quer deixar a história para trás. Aos 25 anos, trabalhando sem carteira assinada e prestes a perder o seguro-saúde, ela está às voltas com os desafios da vida adulta e a última coisa que quer é ser exposta pela divulgação dessas imagens.

Mas, quando uma parte do passado de Alix vem à tona, ela e Emira são confrontadas com verdades que podem mudar para sempre o que elas pensam uma sobre a outra e sobre si mesmas.

Um romance essencial para os tempos atuais, Na corda bamba fala sobre como o racismo e o privilégio afetam as relações interpessoais no dia a dia. Com uma narrativa vibrante e provocativa, é também uma reflexão sobre como a necessidade de “fazer a coisa certa” pode nos colocar, às vezes irreversivelmente, no caminho errado.

Veja mais:

5. Minha Sombria Vanessa – Kate Elizabeth Russell

Em 2000, Vanessa Wye é uma estudante solitária de ensino médio. Talentosa e com o sonho de ser escritora, Vanessa diz não se importar de ficar sozinha, principalmente quando seu professor de inglês, Jacob Strane, um homem de 42 anos, começa a prestar atenção nela, elogiando seu cabelo, suas roupas e lhe emprestando alguns de seus livros favoritos ― como Lolita, de Nabokov. Antes que Vanessa perceba, os dois embarcam em uma relação e a jovem acredita que o professor a ama e a considera especial.

Mais de uma década depois, uma ex-aluna acusa Strane de abuso sexual, e Vanessa começa a questionar se o que viveu foi realmente uma história de amor ou se não teria sido ela também uma vítima de estupro. Mesmo depois de tantos anos, Strane ainda é uma presença constante em sua vida. Como ela seria capaz de rejeitar o que considera seu primeiro amor?

Alternando entre presente e passado, o livro justapõe memória e trauma ao entusiasmo de uma adolescente descobrindo o poder do próprio corpo. Instigante e impossível de largar, o livro retrata com maestria a adolescência conturbada e suas consequências, para refletir acerca de liberdade, consentimento e abuso. Escrito com intimidade e intensidade assustadoras, Minha sombria Vanessa capta brilhantemente os costumes culturais em transformação que guiam nossos relacionamentos e a própria sociedade.

Saiba mais sobre o livro:

6. The Glass Hotel – Emily St. John Mandel

Vincent é um barman no Hotel Caiette, um hotel cinco estrelas na ponta norte da Ilha de Vancouver. Na noite em que conhece Jonathan Alkaitis, uma figura encapuzada rabisca uma mensagem na parede de vidro do saguão: Por que você não engole vidro quebrado? Bem acima de Manhattan, um crime maior é cometido: Alkaitis está administrando um esquema Ponzi internacional, movimentando somas imaginárias de dinheiro através das contas dos clientes. Quando o império financeiro entra em colapso, ele destrói inúmeras fortunas e devasta vidas. Vincent, que estava se passando por esposa de Jonathan, sai na noite. Anos depois, uma vítima da fraude é contratada para investigar um estranho acontecimento: uma mulher aparentemente desapareceu do convés de um navio de contêineres entre os portos de escala.

Nesta história cativante de crise e sobrevivência, Emily St. John Mandel leva os leitores através de paisagens muitas vezes escondidas: acampamentos para os quase desabrigados, clubes underground, o negócio de transporte marítimo internacional, serviço em hotéis de luxo e vida em uma prisão federal. Repleto de beleza inesperada, The Glass Hotel é um retrato cativante de ganância e culpa, amor e ilusão, fantasmas e consequências não intencionais e as infinitas maneiras de buscarmos um significado em nossas vidas.

O livro ainda não foi traduzido, mas está disponível em inglês:

7. Transcendent Kingdom – Yaa Gyasi

Depois do sucesso de O Caminho de Casa, Gyasi retorna com o aclamado Transcendent Kingdom.

Gifty é uma estudante de Doutorado do sexto ano em neurociência na Escola de Medicina da Universidade de Stanford que estuda o comportamento de busca de recompensa em ratos e os circuitos neurais da depressão e do vício.

Seu irmão, Nana, era um talentoso atleta do ensino médio que morreu de overdose de heroína depois que uma lesão no tornozelo o deixou viciado em Oxicodona. Sua mãe suicida está morando em sua cama. Gifty está determinada a descobrir a base científica para o sofrimento que ela vê ao seu redor. Mas mesmo quando ela se volta para as ciências exatas para desvendar o mistério da perda de sua família, ela se encontra faminta por sua fé infantil e lutando com a igreja evangélica na qual foi criada, cuja promessa de salvação continua tão tentadora quanto elusiva.

Transcendent Kingdom é um retrato profundamente comovente de uma família de imigrantes ganenses devastados pela depressão, vício e tristeza – um romance sobre fé, ciência, religião, amor. Emocionalmente abrasador, este é um acompanhamento poderoso para a estreia fenomenal de Gyasi.

O livro ainda não foi traduzido, mas pode ser encontrado no link abaixo:

8. The Girl with the Louding Voice – Abi Daré

A inesquecível e inspiradora história de uma adolescente crescendo em uma vila rural nigeriana que deseja estudar para poder encontrar sua “voz” e falar por si mesma, The Girl with the Louding Voice é simultaneamente comovente e triunfante conto sobre o poder de lutar por seus sonhos.

Apesar dos obstáculos aparentemente intransponíveis em seu caminho, Adunni nunca perde de vista seu objetivo de escapar da vida de pobreza em que nasceu para poder construir o futuro que escolheu para si mesma – e ajudar outras meninas como ela a fazer o mesmo.

Crédito da imagem: Book Club Chat

Sua determinação espirituosa de encontrar alegria e esperança mesmo nas circunstâncias mais difíceis imagináveis irá “partir o seu coração e, em seguida, colocá-lo de volta no lugar”, mesmo quando Adunni nos mostra como uma jovem corajosa pode nos inspirar tudo para alcançar nossos sonhos … e talvez até mesmo mudar o mundo.

Ainda sem tradução no Brasil. Para saber mais sobre o livro, é só clicar no link abaixo:

9. Querido Edward – Ann Napolitano

Em uma manhã de verão, Edward Adler e sua família embarcam em um voo junto com outros 183 passageiros. Entre eles há um prodígio de Wall Street, uma jovem grávida, um veterano de guerra e uma mulher fugindo do marido controlador. Pouco depois, porém, todas essas histórias são interrompidas pela queda do avião ― menos uma. Edward foi o único sobrevivente.

Depois da tragédia, o garoto vai morar com seus únicos parentes em uma cidadezinha de Nova Jersey. É lá que ele conhece sua nova melhor amiga e passa a frequentar o consultório de um psicólogo, tentando construir uma nova vida.

Ainda assim, ele não se sente tão vivo: é como se uma parte de si continuasse sentada na poltrona ao lado do irmão, para sempre voando com desconhecidos. Quando Edward descobre uma série de cartas enviadas a ele desde o acidente, essa sensação começa a mudar, e ele é levado a procurar respostas para uma pergunta que ninguém deseja responder: depois de uma tragédia, como seguir adiante e encontrar um novo sentido para a vida?

O livro foi lançado recentemente pela editora Paralela. Veja mais:

10. Big Summer – Jennifer Weiner

Seis anos após a briga que encerrou sua amizade, Daphne Berg fica chocada quando Drue Cavanaugh volta para sua vida, parecendo adorável e bem-sucedida como sempre, com um grande favor a pedir. Daphne não trocou uma palavra com Drue em todo esse tempo – ela nem mesmo segue sua melhor amiga nas redes sociais – então quando Drue pergunta se ela será sua dama de honra, Daphne fica sem palavras.

Drue era sempre aquela que tinha tudo – exceto a habilidade de manter amigos. Enquanto isso, Daphne não é mais a mesma coadjuvante que era no colégio. Ela construiu uma vida que ama, incluindo uma carreira em crescimento como influenciadora no Instagram. Deixar a glamourosa e sedutora Drue de volta em sua vida é arriscado, mas vem com um convite para passar um fim de semana em uma mansão à beira-mar em Cape Cod. Quando Drue implora e apresenta a possibilidade de encontrar alguns caras solteiros, Daphne se encontra impotente como sempre para resistir ao canto da sereia de sua amiga.

Um romance brilhante sobre as complexidades dos relacionamentos femininos, as armadilhas de viver on-line e a resiliência do coração humano, Big Summer é uma história divertida e comovente sobre família, amizade e descobrir o que é mais importante.

Também não tem tradução ainda no Brasil. Veja:

A lista completa com todos os vencedores, de todas as categorias, você encontra aqui.

Mesmo que a maioria dos livros não tenha sido traduzida, é sempre bom conhecer os best-sellers de outros países para acompanharmos as tendências. Inclusive, The Midnight Library foi o que mais me chamou a atenção, enquanto que Big Summer eu passaria longe (hahaha). Já vi ótimas resenhas de Minha Sombria Vanessa, assim como de Querido Edward.

E você, concorda com a lista dos melhores livros de 2020 segundo o Goodreads? Quais lançamentos deste ano você mais gostou? Conta pra gente nos comentários!

LEIA TAMBÉM

Ajude o resenhas a crescer

Anterior
Próximo
Compartilhe
Comente Aqui
0 Comentários “Goodreads elege os melhores livros de 2020. Veja quais são!”