O que você pode aprender com The Biggest Game in Town de Al Alvarez

Os cassinos fazem parte da cultura da humanidade, e um dos nomes dentro desse segmento da sociedade é Al Alvarez, autor de um importante livro sobre o assunto de apostas esportivas, mais especificamente pôquer: The Biggest Game in Town (2009). Em seu livro, Al Alvarez conta sobre o mundo do cassino antes das grandes mudanças que vemos hoje em dia, como por exemplo, em Las Vegas hoje é possível encontrar um sistema de entretenimento e diversão bastante completo (o qual conta com piscinas, spas, saunas, restaurantes, cafeterias, danceteriais, shoppings e shows) que vai muito além das apostas esportivas e dos jogos. Vale ressaltar também que na época de Al Alvarez, os cassinos não eram ambientes abertos à todos como é hoje. Por isso, é importante ver os aspectos dos cassinos e como eles influenciaram a cultura e vice-versa. Neste artigo vamos falar mais sobre o livro, também sobre como o cassino influência a cultura mundial e ainda um pouco sobre a história de Al Alvarez.

Sobre o que é The Biggest Game in Town

O que você pode aprender com The Biggest Game in Town de Al AlvarezEste livro foi publicado em 1983, contando em detalhes sobre o evento de 1981 World Series of Poker, evento que acontece até os dias de hoje, tendo sua última edição esta ano, com uma americano como vencedor levando para casa mais de 8 milhões de dólares em prêmios. Este é o primeiro livro sobre isso, descrevendo de forma detalhada a vida dos jogadores de pôquer profissionais como também esse evento. Hoje, há muito mais divulgação tanto dos jogadores como também dos eventos, os quais são bastante conhecidos e populares. Este livro marca o início da literatura no gênero de cassinos. O autor ficou em Las Vegas por 3 semanas, sendo ele um jogador amador que queria aprender mais sobre o mundo profissional, e quem eram esses jogadores. O livro é bastante focado em criar os diferentes perfis desses profissionais, mostrando que mesmo que eles estando lá por um mesmo objetivo, tinham trajetórias de vida bem diferentes. O livro foca na psicologia desses jogadores, os quais alguns levavam essa vida de apostas como hobby, outros como um verdadeiro estilo de vida, influenciado todas as áreas de suas vidas. Um dos jogadores profissionais que aparece no livro afirmou que para ele um jogo de pôquer não tinha fim, já que ele já estava nessa carreira há 20 anos. Para ele só havia intervalos entre um jogo ou outro, mas nunca um final, pois o pôquer só acabaria para quando ele morresse também.

Como os cassinos influenciam a cultura e vice-versa

O que você pode aprender com The Biggest Game in Town de Al Alvarez
Foto: dicasdelasvegas.com.br

Tanto no passado, como hoje no presente, e no futuro, houve, há e haverá grandes referências culturais relacionadas com o mundo dos cassinos. Em seu livro, o qual é leitura obrigatória antes de morrer para quem ama cassino, Al fala sobre o jogador greco-americano Archie Karas, com um perfil de jogador profissional ainda ativo no The Hendon Mob, o qual ganhou várias vezes entre 1992 e 1995 transformando 50 dólares em 40 milhões, dados retirados do artigo do Betway sobre a cultura dos cassinos. Você também pode encontrar mais sobre o mundo do cassino neste artigo, como por exemplo no cinema: Ocean’s Eleven, com os grandes astros George Clooney, Brad Pitt e Matt Damon. E na música como por exemplo: The Gamble de Kenny Rogers, a qual reflete também a vida do cassino. Outro ponto que Al aborda em seu livro sobre o mundo do cassino profissional, é que para esses profissionais do jogo ganhar e perder são fatos diários, mudando a sua forma de encarar o mundo e a realidade das pessoas normais, as quais não sabem muito bem como um cassino funciona. Além disso, este é um mercado que se tornou cada vez mais popular, saindo do mundo fechado para um espaço mais aberto. Ao mesmo tempo, para se tornar um bom jogador profissional é preciso percorrer uma longa estrada, por isso mesmo Al sempre se considerou um amador.

Saiba mais sobre Al Alvarez: um velho escritor apaixonado por cassinos que vive em Londres

O que você pode aprender com The Biggest Game in Town de Al Alvarez
FOTO: telegraph.co.uk

Al Alvarez escreveu diversos livros, sendo que além de escrever, ele também sempre gostou de praticar esportes. Agora na terceira idade, ele se vê preso a uma cadeira de rodas, e afirma que seus últimos anos não tem sido fáceis devido a perda da mobilidade. O autor tem vários livros sobre natação, seu esporte favorito, além do pôquer. Ele ainda pratica natação e também ainda joga pôquer, mas sem se arriscar em nada profissionalmente, somente jogando jogos de forma amadora. Para ele nadar é um forma de se liberar, quando ele nada é possível esquecer de tudo e se sentir maravilhosamente bem. Ele também gosta de nadar em piscinas ao ar livre, quanto mais gelada a água, mais ele se sente poderoso. Ele cresceu em uma família rica e teve uma educação de alto padrão, trabalhando como editor de poesia, e jogando jogos de azar e também praticando esportes todos os finais de semana. Mesmo tendo uma boa produção de livros, Al Alvarez não ficou tão conhecido internacionalmente. Atualmente ele ainda vive em Londres, seguindo sua mesma rotina.

Esse livro não é tão conhecido, mas é uma grande descoberta para quem gosta do mundo do cassino. Nós recomendamos a leitura, principalmente para quem quer aprender sobre os seus jogadores profissionais. Até a próxima resenha!

* Esse post é um publieditorial.

LEIA TAMBÉM

Comentários via Facebook

Comentar