Descubra qual era o livro mais vendido no dia em que você nasceu

A revista Super Interessante divulgou uma lista bem curiosa sobre os livros mais vendidos no Brasil e nos Estados Unidos durante os últimos 40 anos.

Desde a década de 70 até hoje, você descobre qual livro foi o mais vendido no ano que você nasceu! Será que muita coisa mudou no mercado editorial de lá pra cá? Os dados foram compilados da revista Veja e do New York Times. Confira:

Descubra qual era o livro mais vendido no dia que você nasceu

Reprodução/Tumblr

Anos 70

1975

Brasil – Gabriela, Cravo e Canela, Jorge Amado

Estados Unidos – A Saga do Colorado, James Michener

1976

Brasil – Araceli, Meu Amor, de José Louzeiro

Estados Unidos – Triniy, Leon Uris

1977

Brasil –

Estados Unidos – Pássaros Feridos, Colleen McCullough

1978 

Brasil- Conversa na Catedral, Mario Vargas Llosa

Estados Unidos – A Herdeira, Sidney Sheldon

1979

Brasil – Farda, Fardão, Camisola de Dormir, Jorge Amado

Estados Unidos – O círculo Matarese, Robert Ludlum

Anos 80

1980

Brasil- A Falta que Ela me Faz, Fernando Sabino

Estados Unidos- A identidade Bourne, Robert Ludlum

1981

Brasil- Crônicas de uma morte anunciada, Gabriel García Márquez

Estados Unidos- Os Rebeldes, James Michener

1982

Brasil – O Analista de Bagé, Luis Fernando Veríssimo

Estados Unidos – O Mosaico de Parsifal, Robert Ludlum

1983

Brasil – A Velhinha de Taubaté, Luis Fernando Veríssimo

Estados Unidos – A Garota do Tambor, John Le Carré

1984

Brasil – Tocaia Grande, Jorge Amado

Estados Unidos – Operação Aquitânia, Robert Ludlum

1985

Brasil – A Insustentável Leveza do Ser, Milan Kundera

Estados Unidos – Tripulação de Esqueletos, Stephen King

1986

Brasil – A Insustentável Leveza do Ser, Milan Kundera

Estados Unidos – A Coisa, Stephen King

1987

Brasil – As Brumas de Avalon, Marion Zimmer Bradley

Estados Unidos – O Preço do Amor, Danielle Steel

1988

Brasil – As Brumas de Avalon, Marion Zimmer Bradley

Estados Unidos – O Cardeal do Kremlin, Tom Clancy

1989

Brasil – As Areias do Tempo, Sidney Sheldon

Estados Unidos – A casa da Rússia, John Le Carré

Leia também

Os últimos versos escritos por Emily Brontë

10 motivos que provam que ler faz bem para a saúde

Manuscritos e revisões originais de autores famosos

Anos 90

1990

Brasil – Diário de um Mago, Paulo Coelho

Estados Unidos – O Ônus da Prova, Scott Turow

1991

Brasil – O Alquimista, Paulo Coelho

Estados Unidos – Scarlett, Alexandra Ripley

1992

Brasil – O Alquimista, Paulo Coelho

Estados Unidos- O Dossiê pelicano, John Grisham

1993

Brasil – Noite sobre as Águas, Ken Follett

Estados Unidos – As Pontes de Madison, Robert James Waller

1994

Brasil – Brida, Paulo Coelho

Estados Unidos – A Profecia Celestina, James Redfield

1995

Brasil – Comédias da Vida Privada, Luis Fernando Veríssimo

Estados Unidos – A Profecia Celestine, James Redfield

1996

Brasil – O Mundo de Sofia, Jostein Gaarder

Estados Unidos – Segredos do Poder, Joe Klein

1997

Brasil – O Mundo de Sofia, Jostein Gaarder

Estados Unidos – A Montanha Gelada, Charles Frazier

1998

Brasil – O Livro das Virtudes para Crianças, William j. bennett

Estados Unidos – O Advogado, John Grisham

1999

Brasil – O Homem que Matou Getúlio Vargas, Jô Soares

Estados Unidos – O Testamento, John Grisham

Descubra qual era o livro mais vendido no dia que você nasceu

Anos 2000 em diante

2000

Brasil – Harry Potter e a Pedra Filosofal, J.K Rowling

Estados Unidos – A Confraria, John Grisham

2001

Brasil – Harry Potter e a Pedra Filosofal, J.K. Rowling

Estados Unidos – O diário de Suzana para Nicolas, James Patterson

2002

Brasil – Harry Potter e a Câmara Secreta, J.K. Rowling

Estados Unidos – The Lovely Bones, Alice Sebold

2003

Brasil – Onze Minutos, Paulo Coelho

Estados Unidos – O Código da Vinci, Dan Brown

2004

Brasil – Budapeste, Chico Buarque

Estados Unidos – O Código da Vinci, Dan Brown

2005

Brasil – Fortaleza Digital, Dan Brown

Estados Unidos – O Corretor, John Grisham

2006

Brasil – Quando Nietzsche Chorou, Irvin D. Yalom

Estados Unidos – For One More Day, Mitch Albom

2007

Brasil – A Cidade do Sol, Khaled Hosseini

Estados Unidos – A Cidade Do Sol, Khaled Hosseini

2008

Brasil – A Menina que Roubava Livros, Markus Zusak

Estados Unidos – O Recurso, por John Grisham

2009

Brasil – A Cabana, William Young

Estados Unidos – O Símbolo Perdido, Dan Brown

2010

Brasil – A Cabana, William P. Young

Estados Unidos – A Rainha do Castelo de Ar, Stieg Larsson

2011

Brasil – A Guerra dos Tronos, George R. R. Martin

Estados Unidos – A Resposta, Kathryn Stockett

2012

Brasil – A Escolha, de Nicholas Sparks

Estados Unidos – Cinquenta Tons de Cinza, E. L. James

2013

Brasil – Inferno, Dan Brown

Estados Unidos – Um Porto Seguro, Nicholas Sparks

2014

Brasil – A Culpa é das Estrelas, John Green

Estados Unidos – O Pintassilgo, Donna Tartt

2015

Brasil – O Pequeno Príncipe, Antoine de Saint-Exupéry

Estados Unidos – A Garota no Trem, Paula Hawkins

 

No ano em que eu nasci, o livro mais vendido era Diário de um Mago, do Paulo Coelho!


Comente!
Escrito por:

Isabela Zamboni


13 autores best seller dão dicas para iniciantes

O caminho percorrido por autores iniciantes eu busca de “um lugar ao sol” raramente é fácil. São diversas dificuldades que cada um enfrenta para, finalmente, conseguir realizar o sonho de ser publicado. Durante meus anos com foco em reportagens literárias pude entrevistar diversos autores best seller e, muitas vezes abordava o tema. O resultado você confere abaixo: um compilado de entrevistas com dicas preciosas para autores que estão iniciando sua carreira!

Autores best seller dão dicas para iniciantes

Foto: Divulgação – Anna Todd – Harlan Coben – Cornelia Funke e Alyson Noel

AUTORES INTERNACIONAIS

Anna Todd

“Sim! Eu comecei com zero leitores, como todo mundo. Eu diria que é muito importante não focar na negatividade. Se eu tivesse parado de escrever por causa de algumas provocações on-line, eu nunca teria chegado até aqui”.

Harlan Coben

“A coisa mais importante é bastante óbvia: escreva o máximo que você puder. Se você tem um diário, isso é ótimo. Apenas continue escrevendo, mesmo que não seja bom. A coisa mais importante que um jovem escritor deve saber é que não tem que ser bom, você apenas precisa continuar a escrever. É como um exercício, se você o fizer errado ainda assim ficará mais forte, desde que continue fazendo. Se você, por exemplo, quiser jogar futebol, você não tem que dar um chute perfeito de primeira, o que importa é que quanto mais você fizer, melhor ficará a sua técnica. Então, para começar, apenas escreva. Não ligue se está bom ou não, não ligue se alguém quer publicar ou não, apenas escreva um pouco todo dia”.

Veja também: 5 livros para escritores iniciantes 

Cornelia Funke

“Tenha sempre um caderno e uma caneta com você. As ideias sempre vêm em horas e momentos errados e você precisa pegá-las. Seja curioso sobre tudo – dentro e fora de você. Alimente sua imaginação com a sua vida. Não viva apenas nos livros. Faça a sua escrita expressar o que você sente sobre o mundo. E… tente escrever à mão. Você se surpreenderá com a diferença de escrever em um computador. Deixe-o para seu segundo rascunho. E aí, reescreva, reescreva, reescreva… Eu faço isso pelo menos oito vezes para cada livro”.

Alyson Noel

“O segredo é que não tem segredo! Não há nada que um escritor possa fazer pra virar bestseller, assim como você não tem como saber quais livros vão ter um grande público e porquê. Tudo o que um escritor pode fazer é dedicar o máximo de si mesmo a um livro, escrever o melhor que pode e, nesse período, ir o mais fundo possível na história, criar um mundo vibrante, recheado de personagens fortes – e aí cruzar os dedos quando for lançado e começar o próximo trabalho. Alguns livros dão certo, outros não, mas desde que haja histórias pra contar, nós seguimos  e escrevemos, não importa o que aconteça”.

Kiera Cass

“Leia tudo! Mesmo coisas que você acha que vai odiar. Isso ajuda você a definir a sua própria ‘voz'”.

C. C. Hunter*

“Tenho alguns. O primeiro conselho é: escreva. Muita gente quer ser escritor, mas não dedica tempo suficiente a isso. Você tem que amar escrever para ser um escritor. Você tem que gostar ainda mais que sair para almoçar com seus amigos, ou assistir TV, ou ir às compras. Você tem que se dedicar ao ofício. O segundo conselho é: nunca pare de aprender, fazer cursos, ler livros sobre como escrever. Pratique com outros escritores e critiquem os textos uns dos outros. O terceiro conselho é: nunca, nunca, desista! Eu escrevi durante anos antes de finalmente vender o meu primeiro livro. Então, escrevi por mais treze anos antes de vender meu livro seguinte. Se você quer, de verdade, ser um escritor, não deixe que nada (rejeição ou críticas negativas, ou a vida) faça você desistir de perseguir esse sonho. Você não pode parar de viver, então faça sim todas as coisas que citei, mas com moderação, porque escrever é importante. Se quiser mesmo ser escritor, não veja isso como um hobby, e sim como uma carreira, mesmo antes de se tornar realidade”.

*Entrevista: Divulgação / Jandaia.

Cecily von Ziegesar

“Leia tudo. Leia, leia, leia. E quando você tiver uma ideia, coloque no papel”.

Autores best seller dão dicas para iniciantes

Foto: Divulgação – Carolina Munhoz – Lycia Barros – Maurício Gomyde – Paula Pimenta

AUTORES NACIONAIS

Carolina Munhóz

“Tenha foco! Saiba o que você quer para a sua vida e trace um caminho até o se objetivo. Para isso você tem que ler muito e estudar bem o mercado”.

Lycia Barros

“Leia muito e não desista! A profissão é realmente difícil no Brasil, mas se você se aplicar para escrever bem, ser persistente e batalhadora, com certeza encontrará seu lugar ao sol”.

Maurício Gomyde

“Se for para ser só uma dica, eu digo: Escreva todos os dias!”.

Paula Pimenta

“Em primeiro lugar, acho que é importante ler muito. Geralmente, quem gosta de ler e tem esse hábito, escreve bem. Devemos também escrever sobre o que gostamos, pois quando escrevemos com paixão, os leitores sentem isso. Escrever sobre o que realmente conhecemos é importante também. Ao escolher um tema, certifique-se que você domina o assunto, para não se perder no meio da história. Depois que o livro estiver pronto, é preciso muita paciência e força de vontade pra procurar uma editora. Acho que esses são os passos fundamentais para quem quer escrever e publicar um livro”.

Laura Conrado

“O caminho a gente faz caminhando! Não adianta você ficar sonhando muito ou esperando uma oportunidade que não vai surgir sozinha. Vocês tem que começar a escrever e ler muuuuuuuuito, porque, quando você lê, você descobre qual estilo de livro você gostaria de escrever, aquele que mais te interessa. Além disso, você vai aumentar seu repertório de palavras! Então, para começar, tentem escrever! Não gostou? Façam de novo. Não tenham apego demais ao seu texto, apaga e faça de novo. Tentem cada vez mais! Aprendam a aceitar os “nãos” que podem aparecer, para entender as críticas e também para realmente entender que a profissão de escritor é igual a qualquer outra! Não é porque eu escrevo livros que eu sou mais importante ou especial que outra pessoa”.

Drica Pinotti

“O maior problema de um escritor é a falta de produtividade, eu mesma sou vítima dela. São tantas distrações nas mídias sociais e tantos os chamados para viver o mundo que acontece do lado de fora da janela, que manter a disciplina de trabalho é um grande problema pra mim. Acho que o conselho que eu daria é: foco no seu trabalho, crie uma disciplina possível e aconteça o que acontecer, não saia dela! Produza muito e tenha um bom agente para trazer as melhores propostas até você. Escreva sobre assuntos que você gosta e conhece. Escrever deve ser divertido e compensador no sentido da realização. Divulgue seu livro com amor e dedicação, só assim o sucesso chegará até você”.

* Todas as entrevistas foram feitas por mim (Melissa Marques). As completas estão publicadas e disponíveis para leitura no site todateen.


4 Comentários
Escrito por:

Melissa Marques