Dicas

Como ter um diário pode ajudar a melhorar sua escrita

Shutterstock

Outro dia encontrei um texto muito interessante no blog LIVE TO WRITE – WRITE TO LIVE e resolvi postar aqui no blog. Muitos acreditam que ter um diário é coisa do passado, mas escrever à mão pode ajudar a melhorar a escrita e, por consequência, auxiliar também escritores iniciantes. Não precisa ser necessariamente um diário, mas um caderno de anotações, bloquinho ou qualquer coisa parecida. Lembrando que eu traduzi livremente o texto, então pode conter alguma diferença do original. As dicas são ótimas, olha só:

mulher escrevendo no caderno
Shutterstock

1 –  Alivia a pressão de ser “ótimo”

Ter um diário liberta você para escrever com alegria, abandono e criatividade desenfreada. Escritores são com frequência dominados pelo estresse e tendem a viver em função de algum padrão fabricado. Isso paralisa e suga toda a vida da sua escrita, deixando o texto diluído, vacilante,  sem cor e sem inspiração. Um diário te faz escrever sem medos, sem edição, sem nenhum “deveria”. Apenas deixa você escrever. Que bênção!

 2- Elimina todo o lixo

Todos escrevemos porcarias. No livro Bird by Bird, a escritora Anne Lamott fala sobre escrever os “primeiros rascunhos lixentos“. Todos nós fazemos isso, faz parte do processo. Escrever em um diário é o jeito mais rápido e fácil de conseguir mais porcarias na página. A partir daí, você pode seguir em frente e escrever suas melhores ideias.

caderno, café óculos mãos
Shutterstock

3- Ele oferece preciosidades

Aposto que você já releu algum trecho que escreveu e pensou: “Caramba! Eu escrevi isso? É muito bom!“. Quando você liberta sua criatividade e tem o compromisso de ser completamente honesto e sem censura, coisas boas podem surgir. Os diamantes serão enterrados junto com toneladas de pedregulhos, mas estarão lá.

+ Leia também: 5 livros para escritores iniciantes

4- Cria um arquivo pessoal muito vasto

Muito do que é escrito em diários não são bons para ser lidos, até mesmo por quem escreve. Ainda assim, também existem muitas ideias e fragmentos que poderiam inspirar histórias ou artigos. Você pode até incluir exercícios de escrita nos diários – pratique escrever diálogos, descrições, ações, etc.

5 – Melhora sua saúde

Existem vários estudos que demonstram como pessoas que escrevem sobre seus sentimentos (os bons e principalmente os ruins) são menos estressadas e têm sistema imunológico mais forte. Não é uma surpresa – afinal, guardar as coisas para você é o caminho para o desastre, já que descobrir mais sobre si mesmo é uma boa aposta para aumentar a autoconfiança e o bem-estar.

6 – Deixa você mais perto da perfeição

Em seu livro OutliersMalcolm Gladwell diz que para ser um expert em alguma coisa, você deve investir pelo menos 10,000 horas praticando. As horas que você gasta escrevendo no seu diário contam. Comece a arranjar um tempinho para escrever agora mesmo!

7- Salva relacionamentos

O diário é um lugar excelente para desabafar sem o risco de dizer algo que você pode se arrepender mais tarde. Está nervoso (a) com a pessoa amada? Escreva! Odiando seu trabalho? Escreva. Tem uma crush secreta pelo vizinho? Bem…você entendeu.

+ Leia também: 13 autores best-seller dão dicas para iniciantes

8 – Clareia sua mente

Em seu trabalho The Artist’s Way, a autora Julia Cameron recomenda escrever “Páginas pela Manhã“. O método envolve escrever um pouquinho toda manhã, ao acordar. O propósito é clarear suas ideias e sua mente de qualquer problema que possa barrar seu processo criativo. Colocar seus pensamentos no papel libera espaço na sua mente e para as tarefas que você deve cumprir.

mulher escrevendo no caderno
Shutterstock

9 – Ajuda você a encontrar sua voz

Escritores são obcecados por descobrir, desenvolver e refinar sua “voz”. Quando você deixa de lado a “alta expectativa” e apenas escreve com o seu estilo e como você é, sua voz sairá naturalmente.

10 – Ajuda a desenvolver melhores hábitos de escrita

Quanto mais tempo você reserva para escrever, mais você arranjará tempo para colocar as palavras no papel. Não fique aguardando um “grande projeto”, apenas arranje uma caneta, um caderno e deixe as palavras voarem pelas páginas.

Dicas

13 autores best seller dão dicas para iniciantes

Foto: Divulgação - Anna Todd - Harlan Coben - Cornelia Funke e Alyson Noel

O caminho percorrido por autores iniciantes eu busca de “um lugar ao sol” raramente é fácil. São diversas dificuldades que cada um enfrenta para, finalmente, conseguir realizar o sonho de ser publicado. Durante meus anos com foco em reportagens literárias pude entrevistar diversos autores best seller e, muitas vezes abordava o tema. O resultado você confere abaixo: um compilado de entrevistas com dicas para iniciantes!

13 autores best seller dão dicas para iniciantes

AUTORES INTERNACIONAIS

Anna Todd

“Sim! Eu comecei com zero leitores, como todo mundo. Eu diria que é muito importante não focar na negatividade. Se eu tivesse parado de escrever por causa de algumas provocações on-line, eu nunca teria chegado até aqui”.

Harlan Coben

“A coisa mais importante é bastante óbvia: escreva o máximo que você puder. Se você tem um diário, isso é ótimo. Apenas continue escrevendo, mesmo que não seja bom. A coisa mais importante que um jovem escritor deve saber é que não tem que ser bom, você apenas precisa continuar a escrever. É como um exercício, se você o fizer errado ainda assim ficará mais forte, desde que continue fazendo. Se você, por exemplo, quiser jogar futebol, você não tem que dar um chute perfeito de primeira, o que importa é que quanto mais você fizer, melhor ficará a sua técnica. Então, para começar, apenas escreva. Não ligue se está bom ou não, não ligue se alguém quer publicar ou não, apenas escreva um pouco todo dia”.

Veja também: 5 livros para escritores iniciantes 

Cornelia Funke

“Tenha sempre um caderno e uma caneta com você. As ideias sempre vêm em horas e momentos errados e você precisa pegá-las. Seja curioso sobre tudo – dentro e fora de você. Alimente sua imaginação com a sua vida. Não viva apenas nos livros. Faça a sua escrita expressar o que você sente sobre o mundo. E… tente escrever à mão. Você se surpreenderá com a diferença de escrever em um computador. Deixe-o para seu segundo rascunho. E aí, reescreva, reescreva, reescreva… Eu faço isso pelo menos oito vezes para cada livro”.

Alyson Noel

“O segredo é que não tem segredo! Não há nada que um escritor possa fazer pra virar bestseller, assim como você não tem como saber quais livros vão ter um grande público e porquê. Tudo o que um escritor pode fazer é dedicar o máximo de si mesmo a um livro, escrever o melhor que pode e, nesse período, ir o mais fundo possível na história, criar um mundo vibrante, recheado de personagens fortes – e aí cruzar os dedos quando for lançado e começar o próximo trabalho. Alguns livros dão certo, outros não, mas desde que haja histórias pra contar, nós seguimos  e escrevemos, não importa o que aconteça”.

Kiera Cass

“Leia tudo! Mesmo coisas que você acha que vai odiar. Isso ajuda você a definir a sua própria ‘voz'”.

C. C. Hunter*

“Tenho alguns. O primeiro conselho é: escreva. Muita gente quer ser escritor, mas não dedica tempo suficiente a isso. Você tem que amar escrever para ser um escritor. Você tem que gostar ainda mais que sair para almoçar com seus amigos, ou assistir TV, ou ir às compras. Você tem que se dedicar ao ofício. O segundo conselho é: nunca pare de aprender, fazer cursos, ler livros sobre como escrever. Pratique com outros escritores e critiquem os textos uns dos outros. O terceiro conselho é: nunca, nunca, desista! Eu escrevi durante anos antes de finalmente vender o meu primeiro livro. Então, escrevi por mais treze anos antes de vender meu livro seguinte. Se você quer, de verdade, ser um escritor, não deixe que nada (rejeição ou críticas negativas, ou a vida) faça você desistir de perseguir esse sonho. Você não pode parar de viver, então faça sim todas as coisas que citei, mas com moderação, porque escrever é importante. Se quiser mesmo ser escritor, não veja isso como um hobby, e sim como uma carreira, mesmo antes de se tornar realidade”.

*Entrevista: Divulgação / Jandaia.

Cecily von Ziegesar

“Leia tudo. Leia, leia, leia. E quando você tiver uma ideia, coloque no papel”.

Autores best seller dão dicas para iniciantes
Foto: Divulgação – Carolina Munhoz – Lycia Barros – Maurício Gomyde – Paula Pimenta

AUTORES NACIONAIS

Carolina Munhóz

“Tenha foco! Saiba o que você quer para a sua vida e trace um caminho até o se objetivo. Para isso você tem que ler muito e estudar bem o mercado”.

Lycia Barros

“Leia muito e não desista! A profissão é realmente difícil no Brasil, mas se você se aplicar para escrever bem, ser persistente e batalhadora, com certeza encontrará seu lugar ao sol”.

Maurício Gomyde

“Se for para ser só uma dica, eu digo: Escreva todos os dias!”.

Paula Pimenta

“Em primeiro lugar, acho que é importante ler muito. Geralmente, quem gosta de ler e tem esse hábito, escreve bem. Devemos também escrever sobre o que gostamos, pois quando escrevemos com paixão, os leitores sentem isso. Escrever sobre o que realmente conhecemos é importante também. Ao escolher um tema, certifique-se que você domina o assunto, para não se perder no meio da história. Depois que o livro estiver pronto, é preciso muita paciência e força de vontade pra procurar uma editora. Acho que esses são os passos fundamentais para quem quer escrever e publicar um livro”.

Laura Conrado

“O caminho a gente faz caminhando! Não adianta você ficar sonhando muito ou esperando uma oportunidade que não vai surgir sozinha. Vocês tem que começar a escrever e ler muuuuuuuuito, porque, quando você lê, você descobre qual estilo de livro você gostaria de escrever, aquele que mais te interessa. Além disso, você vai aumentar seu repertório de palavras! Então, para começar, tentem escrever! Não gostou? Façam de novo. Não tenham apego demais ao seu texto, apaga e faça de novo. Tentem cada vez mais! Aprendam a aceitar os “nãos” que podem aparecer, para entender as críticas e também para realmente entender que a profissão de escritor é igual a qualquer outra! Não é porque eu escrevo livros que eu sou mais importante ou especial que outra pessoa”.

Drica Pinotti

“O maior problema de um escritor é a falta de produtividade, eu mesma sou vítima dela. São tantas distrações nas mídias sociais e tantos os chamados para viver o mundo que acontece do lado de fora da janela, que manter a disciplina de trabalho é um grande problema pra mim. Acho que o conselho que eu daria é: foco no seu trabalho, crie uma disciplina possível e aconteça o que acontecer, não saia dela! Produza muito e tenha um bom agente para trazer as melhores propostas até você. Escreva sobre assuntos que você gosta e conhece. Escrever deve ser divertido e compensador no sentido da realização. Divulgue seu livro com amor e dedicação, só assim o sucesso chegará até você”.

* Todas as entrevistas foram feitas por mim (Melissa Marques). As completas estão publicadas e disponíveis para leitura no site todateen.

Dicas

10 dicas de J.R.R. Tolkien para escritores

Reprodução

Você é fã de J.R.R. Tolkien? Ama Senhor dos Anéis? Sonha em escrever um livro tão incrível quanto os que ele escrevia? Então confira essas dicas para escritores, encontradas em antigas cartas do autor:

J.R.R. Tolkien
FOTO: Reprodução

1. Vaidade é inútil

Buscar o que é popular ou o que está na moda nem sempre funciona, principalmente se você quer oferecer algo “a mais” para seus leitores. Como um escritor, quando você escreve sua própria história, você deve gostar daquilo que está escrevendo, já que escrever é uma das melhores formas de expressar seus pensamentos.

2. Continue escrevendo, mesmo passando por dificuldades

Tolkien demorou 7 anos para terminar O Hobbit. Nesse meio tempo, ele batalhou contra uma doença que adquiriu na guerra, além de ter obrigações e problemas pessoais para resolver. Isso só serve para mostrar que, não importa quão difícil é a estrada, apenas continue em frente.

3. Escute críticos em que você confia

Nem o mais aclamado escritor conseguiu criar um trabalho perfeito a primeira vez que termina uma obra. Se os críticos em que você confia dizem que é possível melhorar, você deve escutá-los. Continue aprendendo e melhorando.

+ 5 livros para escritores iniciantes

+ O trabalho de alguns autores antes de serem famosos

+ Resenha: Sobre a Escrita – Stephen King

4. Deixe seus interesses conduzirem sua escrita

Tolkien era muito fã de aprender línguas; Você pode combinar uma outra paixão e interesse à escrita. Se você gosta de temas como dança ou música, você sempre pode integrá-los em suas histórias.

5. Poesia pode levar a uma ótima prosa

Algo que você vai notar ao ler os livros de Tolkien é que algumas partes são em forma de poemas. Se ele não conseguia se expressar em prosa, ele escrevia em versos. Mesmo que seja um romance, poemas podem levar a grandes prosas.

J.R.R. Tolkien
FOTO: Reprodução

6. Surpresa boa

Muitas vezes as melhores coisas acontecem quando você menos espera. Isso traz empolgação para seus leitores e também faz com que o material pareça mais espontâneo.

7. Sonhos nos trazem inspirações

Todo escritor sonha em ter seu livro publicado. Seja literalmente um sonho, que entra na sua mente enquanto você dorme, ou o tipo de sonho que você deseja alcançar, você pode usar isso como inspiração para persistir e continuar escrevendo.

8. Pessoas reais servem para criar ótimos personagens

Tolkien observava bastante as pessoas no cotidiano, que mais tarde se tornaram parte de seus livros. Pessoas reais trazem emoções reais e fazem coisas incríveis.

9. Você pode ser o próximo autor best-seller

Tolkien se surpreendeu quando seu livro O Hobbit virou um hit logo de primeira. Ele considerou como uma surpresa boa. Como escritor, você será rejeitado algumas vezes. Mas você nunca sabe, pode ser que você se torne um autor best-seller!

10. Não ache seu trabalho banal

Muitas vezes, podemos achar difícil gostar do nosso próprio trabalho. Mas lembre-se que os leitores variam suas percepções e interpretações a respeito do seu livro: alguns podem achar seu texto dramático demais, enquanto outros podem amar sua escrita. Apenas coloque seu coração e mente em cada palavra que escrever.

Fonte: Essay Mama (Tradução livre / Resenhas à la Carte)

Dicas

Como escolher a estante ideal para você

Exemplo de estante para quem tem poucos livros. FOTO: Reprodução.

Está pensando em comprar uma estante para os seus livros? Confira algumas dicas importantes para quando for comprar sua primeira estante ou trocar o móvel que já existe:

Como escolher a estante ideal para você
Exemplo de estante supervisual e moderna! FOTO: Reprodução.

QUANTIDADE DE LIVROS

O primeiro passo para acertar na escolha da estante é, sem dúvidas, contabilizar seus livros. Sabendo quantos livros você tem no total, fica mais fácil procurar um móvel que se adeque às suas necessidades.

QUAIS FUNCIONALIDADES VOCÊ NÃO ABRE MÃO

Agora é importante escolher quais funcionalidades você não abre mão. Quantas divisórias o móvel deve ter? O fundo deve ser tampado ou vazado? Qual tipo de material, pintura e acabamento você prefere? De que altura? Enfim, nessa etapa você deve definir todos os detalhes da compra.

Como escolher a estante ideal para você
Exemplo de estante clássica – o vidro evita o acúmulo de poeira. FOTO: Reprodução.

QUANTIDADE DE ESPAÇO

Ok, o número de livros já está definido. Mas nem sempre o espaço colabora. Comprar um móvel novo exige um espaço inutilizado, ou você terá que mexer na disposição do restante da mobília.

Caso isso seja impossível, infelizmente, você terá que se desfazer de alguns livros para poupar o espaço. Aproveite para presentear amigos, vender em sebos e grupos no Facebook, ou ainda, trocar pelo Skoob!

Como escolher a estante ideal para você
Exemplo de estante para quem tem poucos livros. FOTO: Reprodução.

ONDE VAI FICAR / SE COMBINA COM O RESTANTE DOS MÓVEIS

Não adianta comprar uma estante nova supermoderna, se o restante da mobília da sua casa é rústica, por exemplo. Escolha bem o estilo do móvel novo caso você se preocupe com a harmonia estética do ambiente que ele vai ficar.

PREÇO

Regra da vida: nem sempre aquilo que achamos perfeito, é perfeito para o nosso bolso. Adeque o sonho a sua realidade. Estipule um valor mínimo e um valor máximo para a compra, e não se esqueça de colocar na ponta do lápis os custos extras como frete e montagem.

Como escolher a estante ideal para você
Exemplo de estante para quem tem pouco espaço e busca praticidade. FOTO: Reprodução.

PESQUISE MUITO

Não adianta comprar na correria. Você acaba perdendo a oportunidade de barganhar e receber algum benefício. Se for comprar pela internet, salve os links na sua barra de favoritos e olhe diariamente – por uma semana, por exemplo – o preço. Aproveite para fazer o seu cadastro nos sites: geralmente você recebe um cupom de desconto para a primeira compra. Você também pode aproveitar as promoções do tipo Black Friday e Black Night, além de pedir um descontinho a qualquer hora via redes sociais. 🙂

Como escolher a estante ideal para você
Outro exemplo de estante supervisual e moderna! FOTO: Reprodução.

Tem alguma outra dica importante? Não se esqueça de compartilhar conosco através dos comentários!

LEIA TAMBÉM

Dicas

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

Se você busca por inspirações para deixar sua estante de livros mais criativa, a gente te ajuda! Nem sempre é fácil encontrar estantes legais, diferentes ou inovadoras para comprar, mas você pode fazer você mesmo ou até pedir sob encomenda algo mais original. As estantes de livros não servem só para guardar nossos livros preciosos, mas também deixam a decoração do espaço bem mais agradável!

Selecionamos 12 estantes de livros criativas e diferentes para você se inspirar. Lembrando que mesmo que você não tenha um móvel grande ou feito sob medida, também é possível deixar seus livros decorarem a estante! Separe por cores, tamanhos, faça composições diferentes… o resultado é superlegal!

1 – Embaixo da escada

Uma estante unindo o útil ao agradável: utilizar o espaço vazio da escada para guardar os livros. Sem contar que é lindo <3

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

2 – Caixas reformadas

Para quem gosta de DIY, utilizar caixotes e dar uma reformada neles pode ser uma boa pedida para guardar seus livros e objetos decorativos. Fica rústico e criativo!

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

3- Estante “desconectada”

Esse móvel é bem diferente, parece até que vai cair! haha! Mas o resultado é superlegal, principalmente por conta da combinação preto + vermelho.
12 estantes de livros criativas e inspiradoras

4 – Espiral

Mudar o formato tradicional da estante também é uma boa pedida. Em espiral fica bem mais ousado!

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

5 – Na lateral

Esse é um cantinho de leitura que parece aconchegante. Você aproveita o sofázinho e guarda os livros nas laterais. Bem diferente!

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

6 – Clave de sol

Os amantes de música vão adorar essa estante! O formato da clave de sol é bacana não só para guardar livros, mas outros objetos de decoração.

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

7 – Moldura

Achei essa estante muito legal! Parece um quadro pendurado na parede, dentro de uma moldura. Bem vintage e criativo!

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

8- Minimalista

Para quem quer economizar espaço, essa é uma ótima ideia! Não aguenta muito peso, se você tiver muitos livros não rola, mas é perfeito para colocar no quarto, como se fosse uma cabeceira mesmo.

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

9 – Diagonal

Aqui é para quem tem bastante livros! Essa estante que forma vários “X” deixa os livros na diagonal, criando uma composição agradável. Adorei!

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

10 – Círculo

Em vez da estante retangular, o formato de círculo é legal para colocar na parede e economizar espaço.

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

11 – Diferentona

Essa estante é legal pelo formato e por ser de madeira! É criativa e não tão difícil de encontrar.

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

12 – No teto!

Essa estante já é bem utópica, afinal, o ambiente inteiro já é original e criativo! Mas não custa sonhar, né? Imagina um cômodo desses? QUERO JÁ!

12 estantes de livros criativas e inspiradoras

LEIA TAMBÉM