Dicas

Quais os benefícios da leitura para as crianças?

Foto: Freepik

Estimular a leitura desde a infância traz inúmeros benefícios para o desenvolvimento da criança, pois é nessa fase que eles mais absorvem informações. Embora, nos dias de hoje, existam aparelhos eletrônicos que estimulam a imaginação e trazem entretenimento, colocar as crianças em contato com os livros ainda é a melhor opção, pois, as obras literárias são cruciais para a formação intelectual, social, moral e emocional dos pequenos.

Quais os benefícios da leitura para as crianças?

A leitura é fundamental para o aperfeiçoamento as habilidades cognitivas, expressão de sentimentos e da comunicação das crianças. O bacana de mantê-las familiarizadas com os livros é que eles já se acostumam com o objeto de leitura e vão aprendendo, interpretando e entendendo as histórias através das figuras que ajudam a mediar o conto.

Se mesmo depois desses motivos você ainda não se convenceu sobre a importância da leitura para os baixinhos, veja como a leitura para as crianças pode trazer benefícios:

1. Desenvolve a personalidade

Um dos fatores para querer incentivar a leitura é o desenvolvimento da personalidade das crianças, pois os livros são essenciais para que os pequeninos criem uma visão de mundo e reconheçam as qualidades que se identificam.

Além disso, quando eles entram em contato com diversos personagens – cada qual com um jeito diferente, faz com que construam uma identidade, facilitando assim, suas relações sociais.

2. Entende a alteridade

As obras ajudam os pequenos, muitas vezes, a se colocar no lugar dos outros. Dessa forma, passam a conhecer os sentimentos e os pontos de vista de outras pessoas, isso ajuda as crianças a criar empatia, ser gentil e estimula a vontade de ajudar o próximo.

3. Fortalece o vínculo entre pais e filhos

No período infantil, quando a leitura ainda tem quer ser mediada por um adulto, faz com que fortaleça a conexão entre a criança e quem lê para ela. Desse modo, os pais criam uma relação mais forte com seus filhos e ficam a par de todo o processo de aprendizado.

4. Aflora a imaginação e a criatividade

Cada livro tem seu universo único, que permitem que as crianças descubram novos mundos e explorem sua imaginação e criatividade. Através das histórias e das ilustrações, os pequenos podem se colocar dentro do conto, recriando personagens e lugares totalmente diferentes em suas mentes.

E vale frisar que, eles ainda podem trazer esses elementos criativos para a realidade, seja através de desenhos ou de brincadeiras e, isso é um conjunto fundamental para a formação intelectual também.

5. Aprendem novas palavras

Quando eles leem uma história, aprendem um novo vocabulário e a usar corretamente as palavras, desenvolvendo habilidades linguísticas e evitando futuros problemas ortográficos.

6. Aumenta a concentração

Os livros envolvem os pequenos através das vantagens que a leitura traz, e com isso ajuda a fortalecer sua concentração. Por conta do interesse de saber o desfecho da narrativa, eles acabam prestando atenção quando necessário.

Isso faz com que eles passem a ser mais atenciosos quando alguém estiver explicando ou ensinando alguma lição importante.

Fonte: Editora Estrela Cultural

E você, concorda com os benefícios da leitura para as crianças? Deixe sua opinião nos comentários!

LEIA TAMBÉM

Dicas

7 dicas para ler mais e criar o hábito da leitura

Foto: Shutterstock

Uma das perguntas recorrentes aqui no blog é sobre nossos hábitos de leitura. Como ler mais? Quantas páginas ler por dia? Como criar o hábito? Por quais livros começar? São tantas perguntas que fica até complicado de responder, mas para te ajudar nesse processo, selecionamos algumas dicas para ler mais, mesmo em dias conturbados. Veja:

Dicas para ler mais

1 – Leia algo que você gosta!

Parece uma dica óbvia, mas é muito importante. Muitos começam a ler por obrigação, seja para tarefas na escola, para concursos, vestibulares, provas e etc. E dificilmente você vai se apaixonar pelos livros e criar o hábito quando a sua leitura não te agrada. Livros de estudos ou que são voltados para um objetivo específico e pontual dificilmente vão te fazer sentir vontade de ler todos os dias.

A leitura por prazer envolve aquilo que você ama, se distrai, gosta e sente vontade de ler mais. Pense naquele gênero que te atrai: romance? Suspense? Terror? Autoajuda? O ideal é buscar aquilo que te motiva a começar. Procure algum best seller, peça indicações de amigos. Comece pelo entretenimento!

2 – Estipule um horário durante o dia

Uma das dicas para ler mais é estabelecer um momento do seu dia para a leitura. Mesmo para quem tem a vida corrida, sempre dá para encaixar algumas páginas na rotina. Seja no metrô, no ônibus, no horário de almoço ou antes de dormir, reserve uma meia horinha pelo menos para se dedicar a algumas páginas. Com o tempo você cria o hábito e não vai mais querer parar!

3 – Dê uma chance

Parece algo complicado ler todos os dias, mas dê uma chance! Pense que em vez de passar horas em redes sociais, você pode pegar alguns minutos para ler o que você gosta. Isso vai te ajudar a transformar a leitura em hábito e ainda oferece grandes vantagens, já que ler faz bem à saúde!

4 – Varie os gêneros de leitura

Para não enjoar e acabar lendo sempre o mesmo tipo de livro ou autor, procure as novidades! Confira as listas dos mais vendidos, procure na internet livros similares àqueles que você gosta. Busque por pessoas que tenham interesses parecidos nas redes sociais ou até mesmo comece uma lista de livros essenciais e clássicos de todos os tempos.

5 – Leia de tudo!

Para criar o hábito da leitura você não precisa ficar preso a apenas livros impressos. Existem e-books, notícias na internet, textos em redes sociais, blogs, jornais, revistas, enfim, um mar de opções para ler!

6 – Participe de um clube do livro

Já pensou em participar de um clube do livro? Existem vários espalhados na internet, seja no Goodreads, no Skoob, ou até mesmo os Books Clubs das celebridades. Assim, você cria uma meta: ler um livro por mês para depois discutir com outras pessoas sobre aquela leitura. É um ótimo método de se apaixonar pelo universo literário! 🙂

7 – Ouça podcasts literários

Nada melhor do que buscar dicas de pessoas que amam ler! Ouça podcasts sobre o tema que indicam leituras para quem está começando a criar o hábito. Pode te ajudar – e muito – nessa jornada!

E você, tem dicas para ler mais? Qual é a sua técnica? Conta pra gente nos comentários!

LEIA TAMBÉM

Dicas, Listas

8 livros para escritores iniciantes

Foto: Reprodução/Tumblr

Quem sempre sonhou em ser escritor sabe como pode ser um caminho árduo e complicado. Afinal, por mais que você tenha uma boa história para contar, não é fácil transpor para o papel e – ainda mais difícil – conseguir a almejada publicação. Escrever é uma arte e requer muitos cuidados: conseguir passar uma mensagem para o seu leitor não será uma tarefa simples! Porém, uma boa alternativa é seguir o conselho de autores consagrados que deram dicas para quem deseja seguir a carreira de escritor. Veja livros para escritores iniciantes:

8 livros para escritores iniciantes

1 – O Zen e a Arte da Escrita – Ray Bradbury

Nesse pequeno livro, Ray Bradbury, o incrível escritor de Fahrenheit 451, dá dicas excelentes para quem deseja ser escritor, mas sente bastante dificuldade em começar. Ele relata como foi o início de sua carreira, dá dicas para “abrir a cabeça” e entender melhor sobre a escrita como arte e dá conselhos preciosos, tudo com um texto claro, gostoso e fácil de ler. Leia a resenha de Zen e a Arte da Escrita aqui no blog!

O Zen e a arte da escrita Ray Bradbury

SinopseNeste livro exuberante, o incomparável Ray Bradbury compartilha sua sabedoria, experiência e estímulo de uma vida de escritor. Aqui estão dicas sobre a arte da escrita dadas por um mestre do ofício. Um livro que reúne tudo, desde encontrar ideias originais até desenvolver a própria voz e o estilo, bem como leituras, impressões da infância e os bastidores da notável carreira de Bradbury como um autor fecundo de romances, contos, poemas, roteiros de filmes e peças de teatro. O Zen e a arte da escrita é mais do que um simples manual para o aspirante a escritor, é uma celebração do ato da escrita, que vai encantar, exaltar e inspirar o escritor em você.

Para comprar o livro, é só clicar no link abaixo:

2 – Sobre a Escrita: A Arte em Memórias – Stephen King

Fiz a resenha de Sobre a Escrita – esse livro incrível – aqui no blog! Assim como o livro de Bradbury, Stephen King conta um pouco sobre sua carreira de escritor e revela como coloca suas ideias no papel. É uma abordagem diferente, aqui temos dicas mais diretas, como se fosse uma biografia/manual. Uma leitura que entretém e ensina ao mesmo tempo.

Resenha: Sobre a Escrita - A Arte em Memórias - Stephen King
FOTO: Isabela Zamboni | Resenhas à la Carte

SinopseCom uma visão prática e interessante da profissão de escritor, incluindo as ferramentas básicas que todo aspirante a autor deve possuir, Stephen King baseia seus conselhos em memórias vívidas da infância e nas experiências do início da carreira: os livros e filmes que o influenciaram na juventude; seu processo criativo de transformar uma nova ideia em um novo livro; os acontecimentos que inspiraram seu primeiro sucesso: Carrie, a estranha. Pela primeira vez, eis uma autobiografia íntima, um retrato da vida familiar de King. E, junto a tudo isso, o autor oferece uma aula incrível sobre o ato de escrever, citando exemplos de suas próprias obras e de best-sellers da literatura para guiar seus aprendizes. Usando exemplos que vão de H. P. Lovecraft a Ernest Hemingway, de John Grisham a J. R. R. Tolkien, um dos maiores autores de todos os tempos ensina como aplicar suas ferramentas criativas para construir personagens e desenvolver tramas, bem como as melhores maneiras de entrar em contato com profissionais do mercado editorial. O livro também não deixa de lado as memórias e experiências do mestre do terror: desde a infância até o batalhado início da carreira literária, o alcoolismo, o acidente quase fatal em 1999 e como a vontade de escrever e de viver ajudou em sua recuperação. Ao mesmo tempo um álbum de memórias e uma aula apaixonante, Sobre a escrita irradia energia e emoção no assunto predileto de King: literatura. A leitura perfeita para fãs, escritores e qualquer um que goste de uma história bem-contada. Eleito pela Time Magazine um dos 100 melhores livros de não ficção de todos os tempos e vencedor dos prêmios Bram Stoker e Locus na categoria Melhor não ficção, “Sobre a Escrita” é uma obra extraordinária de um dos autores mais bem-sucedidos de todos os tempos, uma verdadeira aula sobre a arte das letras.

Para comprar o livro Sobre a Escrita: A Arte em Memórias, é só clicar no link abaixo:

3 – Para Ler Como um Escritor – Francine Prose

Todo bom escritor sabe que a regra número um para escrever bem é LER bastante! Aliás, não tem como negar isso, né? Quanto mais a gente lê, mais a gente aprende nossa língua e assimila como escrever melhor. Nessa obra, a autora Francine Pose defende os grandes mestres da literatura e tenta ensinar como é importante estudar os clássicos para aperfeiçoar sua própria escrita. Veja aqui a resenha de Para Ler Como um Escritor.

Para ler como um escritor francine prose
Foto: Isabela Zamboni/Resenhas à La Carte

SinopseÉ possível ensinar a um escritor o seu ofício? A questão é polêmica, especialmente quando proliferam cursos de graduação e de extensão com essa proposta. Escritora e crítica literária, Francine Prose defende que sim, há muito o que aprender com os mestres. Virginia Woolf, Jane Austen, Nabokov, Philip Roth e Flaubert são alguns dos autores a quem dedica uma leitura atenta e cuidadosa, em busca do segredo do “escrever bem”. De cada um, extrai valiosas lições. Uma obra indispensável para escritores iniciantes e leitores inveterados!

Para comprar o livro Para Ler como um Escritor, é só clicar no link abaixo:

4 – A Arte de Escrever – Arthur Schopenhauer

Schopenhauer foi um filósofo alemão do século XIX, portanto espere aqui uma leitura diferente e adaptada para outro contexto. Porém, isso não tira toda a sabedoria e as dicas preciosas do autor sobre a escrita. Obs: espere um texto bastante irônico!

a arte de escrever schopenhauer

SinopseNesta antologia de ensaios recolhidos de Parerga e Paralipomena, o leitor vai encontrar textos que trazem as mais ferinas, entusiasmadas e cômicas reflexões acerca do ofício do próprio Schopenhauer, isto é, o ato de pensar, a escrita, a leitura, a avaliação de obras de outras pessoas, o mundo erudito como um todo. São eles: “Sobre a erudição e os eruditos”, “Pensar por si mesmo”, “Sobre a escrita e o estilo”, “Sobre a leitura e os livros” e “Sobre a linguagem e as palavras”. Embora redigidos na primeira metade do século 19, estes ensaios, ao tratar sobre o mundo das letras, os vícios do pensamento humano, as armadilhas da escrita e da crítica, continuam válidos – hoje mais do que nunca. E, marca personalíssima do autor, são modernos, pulsantes de vida, de inteligência e humor.

Para comprar o livro A Arte de Escrever, é só clicar no link abaixo:

5 – Confissões de um Jovem Romancista – Umberto Eco

O grande Umberto Eco mostrou que não existe hora para começar a escrever: quando resolveu mostrar seu talento na ficção, já tinha quase 50 anos. Depois de livros incríveis como O Nome da Rosa e O Pêndulo de Foucault, ele mostra sua experiência na área e ainda discute questões filosóficas sobre a arte da escrita.

Sinopse:  Quando o grande teórico Umberto Eco resolveu se aventurar na ficção, era um jovem romancista de quase cinquenta anos. Agora, com mais de setenta, ele volta seu experiente olhar de linguista, filósofo e estudioso da Idade Média para seus próprios romances. Sem deixar nenhum detalhe de fora e com estilo claro e acessível, Eco revela todos os segredos envolvendo a construção de livros como O nome da Rosa e O Pêndulo de Foucault, ao mesmo tempo em que discute questões universais relacionadas à criação da trama e dos personagens e especialmente ao híbrido de ficção e ensaio, com o qual se notabilizou, em que figuras históricas convivem com seres nascidos da imaginação.

Para comprar o livro, é só clicar no link abaixo:

6 – Escrever ficção: Um manual de criação literária – Luiz Antonio de Assis Brasil

Foto: Reprodução/Instagram @companhiadasletras

Mais um livro para incluir na lista: essa obra pode ser de grande ajuda para escritores iniciantes. Veja a sinopse:

“O criador da mais célebre oficina de escrita literária no Brasil transformou em livro o curso que formou muitos dos grandes escritores brasileiros contemporâneos. O escritor e professor Luiz Antonio de Assis Brasil registrou aqui sua experiência ao longo de 34 anos ininterruptos de trabalho com a Oficina de Criação Literária da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, e também no programa de pós-graduação em escrita criativa na mesma universidade. Com a perspectiva de um ficcionista dialogando com outros ficcionistas, ele apresenta ferramentas indispensáveis para a formação de um escritor. Avesso a fórmulas, Assis ressalta o papel da leitura constante de obras literárias para quem ser se tornar autor de ficção ― e são essas obras as grandes referências de seus cursos e deste manual indispensável, que contou com a colaboração do escritor e ex-aluno Luís Roberto Amabile.”

Para comprar o livro, é só clicar no link abaixo:

7 – A Jornada do Escritor: Estrutura Mítica para Escritores – Christopher Vogler

Foto: Reprodução/Instagram @barbaramachad0

Outra obra clássica para ajudar quem sonha em escrever! Ele ensina não somente na escrita, mas também revela detalhes sobre estrutura e mitologia.

Sinopse: Em 1949, no clássico O herói de mil faces, o estudioso Joseph Campbell conceituou a chamada Jornada do Herói: uma estrutura presente nos mitos e replicada em todas as boas histórias já contadas e recontadas pela humanidade. Em A Jornada do Escritor, Christopher Vogler faz uma detalhada e esclarecedora análise desse conceito, tomando como base diversos filmes importantes. Resultado de anos de estudo sobre mitos e arquétipos, somados à experiência de Vogler na indústria cinematográfica norte-americana, esta edição, revisada pelo autor, é uma obra de referência fundamental não apenas para quem deseja escrever boas histórias – bebendo da fonte dos mais belos e fascinantes mitos já criados pela mente humana –, como para quem quer entendê-las melhor, relacionando-as à própria vida.

8 – Story – Robert McKee

Esse livro é praticamente a Bíblia dos escritores! Apesar de ser bastante focado em roteiros, não tanto em literatura, ele é perfeito para ensinar estrutura e relembra várias cenas clássicas do cinema com grandes textos. Você pode se inspirar e ganhar referências incríveis para suas histórias.

8 livros para escritores iniciantes
Foto: Reprodução/Instagram @juna.schwartz

Sinopse: Diferente de outros livros, Story é sobre forma, não fórmula. Empregando exemplos de mais de cem filmes, McKee usa uma filosofia que vai além das regras rígidas para identificar os elementos mais elucidativos que distinguem estórias de qualidade das outras. Começando com definições básicas – o que é um beat? Uma cena? Uma sequência? O clímax de ato? O clímax do filme? McKee não apenas desvenda os mistérios da estrutura padrão de três atos, mas desmistifica estruturas incomuns como as de dois, sete e oito atos. Expõe as limitações de cada gênero, ressaltando a importância do tema, ambiente e atmosfera, e enfatiza a diferença de personagem versus caracterização. Recheado com exemplos de filmes como ”Casablanca” e ”Chinatown”, Story disseca cenas clássicas, guiando-nos passo a passo para revelar não somente como uma cena funciona, mas por que ela funciona. Indo além dos fundamentos da composição para os valores duradouros e conflitos que separam os clássicos do clichê.

Para comprar, é só clicar no link abaixo:

É claro que existem muuuitos livros sobre teoria literária, romances e etc, mas selecionei apenas oito! E você, qual indica? Conta pra gente nos comentários!

LEIA TAMBÉM

Dicas

Podcasts literários que você precisa conhecer

Foto: Istock/Getty Images

Podcasts são ótimas formas de aprender – e também se entreter! E claro que não poderíamos deixar de citar alguns podcasts literários que valem a pena ouvir.

Para ser bem sincera, não conheço tantos podcasts que tratam sobre literatura, infelizmente foi bem difícil de encontrar. Existem muitos podcasts de editoras, que falam sobre seus lançamentos e entrevistas com autores, mas de discussão sobre livros, mesmo, não são taaantas opções.

Selecionei alguns para quem tem vontade de conhecer podcasts literários. Escolhi alguns em inglês também, caso alguém tenha vontade de ouvir programas de outros países. Vamos lá?

Podcasts literários que você precisa conhecer

1 – Perdidos na Estante

O Perdidos na Estante é o podcast do Leitor Cabuloso, que fala bastante de adaptações literárias e outros temas que estão em alta no universo dos livros. Vale a pena conhecer!

2 – 30:MIN – Sua Meia Hora Alucinógena de Literatura

O 30: MIN é traz várias discussões sobre livros famosos e também de temas como Tropicália, Realismo, Semana de Arte Moderna, entre outros assuntos referentes ao universo literário nacional e internacional. Bem interessante!

3- Caixa de Histórias – b9

O Caixa de histórias é um podcast literário que pretende dar uma experiência diferenciada na apreciação dos livros. Sempre um trecho da obra é narrado e comentado buscando apresentar novas obras para novos leitores, e mostrando uma nova forma de consumir o conteúdo escrito. Atualmente o projeto está pausado, mas pode voltar em breve!

4 – Read Or Dead

O podcast Read or Dead é sobre livros de crime e mistério. Apresentado por Katie MacBride e Rincey Abraham, o programa abrange de tudo, desde as diferenças entre os livros de suspense e mistérios até colaborações entre autores, e ainda mistérios da vida real envolvendo autores famosos. O podcast é em inglês, mas para quem se interessar, é uma boa pedida!

5 – The Book Fight

O podcast The Book Fight é sobre, basicamente, escritores conversando sobre livros. Livros que amamos, odiamos e que nos inspiram – como se fosse uma conversa de bar entre autores. Também é em inglês, mas para quem se interessa por podcasts mais descontraídos e divertidos, Book Fight pode ser uma boa alternativa.

6 – Reading Women

A frase “literatura feminina” é frequentemente associada a romances fofos sobre mulheres à procura de parceiros ou capas de livros com batom e glitter. O podcast Reading Women pretende discutir livros escritos por mulheres incríveis: enquanto as apresentadoras costumam escolher um tema para o mês, elas também entrevistam autores. Este é um daqueles podcasts literários que você não pode perder (também em inglês).

Opções é o que não faltam! Se quiser conhecer mais podcasts sobre livros, indico estes links:

E você, tem alguma indicação? Conta pra gente nos comentários!

LEIA TAMBÉM

Dicas

Livros pedidos por Helene Hanff em ‘Nunca Te Vi, Sempre te Amei’

Anne Bancroft como Helene Hanff no filme

O livro 84 Charing Cross Road, ou Nunca te Vi, Sempre te Amei, de Helene Hanff, deixou muita gente com vontade de conhecer a famosa livraria de Frank Doel, interpretado por Anthony Hopkins no filme de 1987.

Anthony Hopkins como Frank Doel na adaptação de 1987

Tanto no livro quanto no filme, Helene é uma amante de livros antigos e de edições originais. E as cartas que ela troca com os funcionários da livraria Marks&Co – Londres, deixam qualquer pessoa fascinada por literatura ainda mais apaixonada! Pensando nisso, busquei quais foram as obras encomendadas por Helene Hanff durante os anos em que ela se correspondeu com Doel. Depois me conta se você já leu algum! 🙂

Observação: removi alguns, pois eram muito difíceis de encontrar! A lista completinha você encontra neste link.

Livros pedidos por Helene Hanff em 'Nunca Te Vi, Sempre te Amei'
Anne Bancroft como Helene Hanff no filme Nunca Te Vi, Sempre Te Amei

Para comprar o livro, é só clicar no link abaixo (infelizmente só tem em inglês):

Livros lidos por Helene Hanff

Dá para notar que Helene gostava muito de ensaios, poemas e antologias. A autora dizia que nunca lia ficção, porque “não conseguia se interessar em coisas que aconteceram com pessoas que nunca viveram”. Porém, encontramos ali algumas obras clássicas da literatura, como Orgulho e Preconceito e Contos da Cantuária.

No entanto, são livros BEM difíceis de encontrar. Fico imaginando também a dificuldade para ler! Haha!

E você, conhece algum da lista? =)

LEIA TAMBÉM