Frases do livro ‘O Pequeno Príncipe’

Le Petit Prince, conhecido como O Pequeno Príncipe no Brasil, é uma obra do escritor, ilustrador e aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, publicada em 1943 nos Estados Unidos. O livro conta a história da amizade entre um homem frustrado por ninguém compreender os seus desenhos, com um principezinho que habita um asteroide no espaço. O autor do livro é o personagem principal da história, que assume também o papel de narrador, contando sobre o dia em que seu avião teria caído no meio do deserto do Saara.

O livro O Pequeno Príncipe é uma mistura de autobiografia com ficção voltada para crianças. Porém, quem leu sabe que os ensinamentos e as reflexões do livro são também voltadas para adultos. Um dos livros mais traduzidos e vendidos no mundo, seus personagens icônicos fizeram história: quem não se lembra da Rosa, a Raposa, a Serpente, o Bêbado…

Por isso, para relembrar esse livro tão único, separamos as melhores frases de O Pequeno Príncipe. Olha só:

 

“O essencial é invisível aos olhos, e só se pode ver com o coração.”

“A gente só conhece bem as coisas que cativou – disse a raposa.
– Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo já pronto nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me!”

“Todas as pessoas grandes foram um dia crianças – mas poucas se lembram disso”.

“- Se alguém ama uma flor da qual só exista um exemplar em milhões e milhões de estrelas, isso basta para fazê-lo feliz quando as contempla. Ele pensa “Minha flor está lá, em algum lugar…” Mas se o carneiro come a flor, é, para ele, como se todas as estrelas se repentinamente se apagassem! E isto não tem importância?”

“É preciso exigir de cada um o que cada um pode dar”.

“Se tu vens às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz!”

Frases do livro O Pequeno Príncipe
Foto: Isabela Zamboni/Resenhas à la Carte

 

“Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção.”

“É preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas. Dizem que são tão belas.”

“É bem mais difícil julgar a si mesmo que julgar os outros”.

“A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar”.

Para comprar o livro, é só clicar no link abaixo:

“Nada é pequeno no amor. Quem espera as grandes ocasiões para provar a sua ternura, não sabe amar.”

“Ele não sabia que, para os reis, o mundo é muito mais simples. Todos os homens são súditos”.

“Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que a fez tão importante…”

“A gente só conhece bem as coisas que cativou – disse a raposa.”

“Para nós, que compreendemos o significado da vida, os números não têm tanta importância.”

“– Sim – respondi-lhe –, quer seja a casa, as estrelas ou o deserto, o que os torna belos é o invisível.”

“– À noite, tu olharás as estrelas. Aquela onde moro é muito pequena para que eu possa te mostrar. É melhor assim. Minha estrela será para ti qualquer uma das estrelas. Assim, gostaria de olhar todas elas… Serão todas suas amigas. E, também, eu lhe darei um presente…”

LEIA TAMBÉM

Comentários via Facebook

Comentar