Resenha: Um Dia – David Nicholls

O livro Um Dia, de David Nicholls, fez muuuito sucesso quando foi lançado em 2009, principalmente depois de ser adaptado para o cinema em 2011. Só li ele bem depois, mas me envolvi bastante com a história e até consegui desviar de alguns spoilers. Gosto de um romance fofo de vez em quando e esse não me decepcionou.

A história de Um Dia é simples e cativante: Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro. Os anos se passam e Dex e Em levam vidas isoladas – vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter.

Acompanhamos a passagem do tempo junto com o casal – juntos ou separados – e suas várias dificuldades pelo caminho. Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.

Para comprar o livro, é só clicar no link abaixo:

Dexter me irritou bastante, porque é um cara vaidoso demais e bem egoísta. Emma é superinsegura em vários sentidos e sofre bastante pela distância. Eles se tornam melhores amigos, mas aquele sentimento de paixão nunca desaparece por completo. E isso é interessante na história: não importa em que tipo de relacionamento eles estão, com quem estão, qual a fase da vida, eles sempre encontram uma maneira de se reencontrar. Parece que um não funciona sem o outro e que sempre “falta” alguma coisa.

Gostei da forma com que David Nicholls mostra os altos e baixos da vida. Sempre, de alguma maneira, um dos dois passa por perrengues. Nada é lindo e mágico, mas cheio de problemas, frustrações, dificuldades e tristezas. A vida é complicada, mas eles se esforçam o máximo para se manterem de pé. Os personagens evoluem bastante durante a narrativa e se tornam pessoas melhores.

Claro que é um romance água com açúcar – várias coisas fofinhas e dramáticas demais para o meu gosto em alguns momentos – mas é empolgante e o final é de arrebatar. O filme é bem parecido também, apesar de mais “enxuto”. Confira o trailer:

Gostei bastante da Anne Hathaway e Jim Sturgess como Emma e Dexter, rolou uma química legal e ficou crível. E você, o que achou? Conta pra gente!

LEIA TAMBÉM

Título original: One Day
Autor: David Nicholls
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 416
Ano: 2011
Gênero: Romance
Nota

Comentários via Facebook

Comentar