Resenhas  |  15.05.2024

Resenha: O Talentoso Ripley – Patricia Highsmith

O Talentoso Ripley é um livro muito envolvente, empolgante e que já foi adaptado várias vezes, sendo a mais recente uma série da Netflix com o ator Andrew Scott no papel principal.

Se você, como eu, se empolga com thrillers, personagens complexos e tramas que envolvem mistério, vai adorar essa obra da autora Patricia Highsmith.

Esse foi meu primeiro contato com Highsmith, que já é bastante conhecida por sua trajetória literária no gênero thriller/suspense. Estava em busca de um livro com uma história empolgante, que desse vontade de ler sem parar, ficar fissurada em uma história para saber o que iria acontecer. E foi justamente isso que aconteceu com O Talentoso Ripley.

Veja só a sinopse oficial:

Tom Ripley sobrevive de trambiques em Nova York. Ele é especialista em forjar documentos, além de ter um talento extraordinário para imitar personalidades e características pessoais. Vive tentando escapar das investidas da polícia nova- -iorquina, enquanto sonha com uma vida fácil.

Certo dia, o milionário senhor Greenleaf o procura, supondo que Ripley seja um grande amigo de seu filho Dickie. Greenleaf lhe oferece uma viagem à Europa para tentar trazer Dickie de volta aos Estados Unidos – o rapaz leva uma vida mansa no litoral italiano, longe da família.

Ripley aceita a missão e começa a fazer planos de como aproveitar a viagem e se dar bem na Europa. Na Itália, encontra Dickie e a vizinha Marge, com quem vai estabelecer um triângulo de amizade. Dickie alimenta a ambição de se tornar pintor e Marge, apaixonada por ele, está às voltas com a escrita de seu primeiro romance.

Aos poucos, Ripley desenvolve uma relação doentia e sedutora com o novo amigo: adota os mesmos gostos e começa a usar as roupas de Dickie, que passa então a rejeitá-lo. Acuado, Ripley reage de forma imprevisível.

Quanto mais eu conhecia Tom Ripley, mais ficava intrigada com sua personalidade, suas decisões e pensamentos. Ele se envolve em tantos relacionamentos difíceis, toma tantas direções diferentes com sua vida e é tão oportunista, que não deixa de ser fascinante.

Conforme Ripley vai conhecendo melhor Dickie Greenleaf, mais começa a invejar sua vida de herdeiro. Dickie deixou a família para trás nos Estados Unidos para se dedicar à sua “arte” e morar em uma pequena cidade italiana.

É impossível não ficar com raiva de Dickie e Marge. Os típicos norte-americanos privilegiados, que têm tudo a seus pés, e estão sempre viajando, indo em festas, aproveitando a vida sem fazer nada, com o pretexto de que são artistas.

Tom, que sempre foi pobre, teve vários empregos que não conseguiu sustentar e vive de trambiques, também queria aquela vida para ele. Também queria usufruir das viagens, da gastronomia local, da casa de Dickie. Para ele, o que era para ser uma viagem passageira, de repente se tornou sua meta de vida.

Aos poucos, Ripley quer ser Dickie, tomar seu lugar, viver as mesmas experiências, sentir as mesmas sensações. O que era para ser uma amizade, uma relação saudável, torna-se uma obsessão profunda.

Não quero contar todos os acontecimentos de O Talentoso Ripley para não dar spoilers e estragar a experiência de quem não leu. Mas depois de criar um laço forte de amizade com Dickie e uma relação de desprezo com Marge, há uma série de eventos que se tornam cada vez mais insanos.

Eu não conseguia parar de ler, passei horas a fio com esse livro e a cada página eu pensava “como que Ripley se meteu nessa e COMO ele vai conseguir se safar?”. É absurdo o como o personagem é inteligente e consegue enrolar todo mundo ao seu redor. Talentoso é um adjetivo pequeno para descrever Ripley.

Claro que ele não é uma boa pessoa, um herói, mas sim uma pessoa oportunista-trambiqueira-complexa. Mas é isso que deixa a história tão interessante: acompanhar a narrativa pelo olhar do sociopata, e não de quem sofre as consequências das loucuras de Ripley.

Ao todo, são 5 romances com o personagem Tom Ripley:

Inclusive, foi bem difícil de encontrar edições do livro em português. Eu acabei comprando em inglês mesmo, no Kindle, por apenas R$2,00. Peguei uma excelente promoção, porque agora o preço subiu novamente. Se quiser saber qual edição eu li, é essa daqui.

Em suma, esse livro é muito divertido, empolgante e o estilo de Highsmith é incrível, uma narrativa bem construída e elaborada, com um ritmo frenético. Vale muito a pena!

NOTA

banner classicos

*Última atualização em 15 de maio de 2024

Anterior
Compartilhe
Comente Aqui
0 Comentários “Resenha: O Talentoso Ripley – Patricia Highsmith”
[fbcomments]