Entrevista: Larissa Siriani, autora de Amor Plus Size

Conversamos com Larissa Siriani, autora de Amor Plus Size, sobre o lançamento do livro, gordofobia, dicas para quem está começando e muito mais! Confira:

Resenhas: Como descobriu que queria ser autora?

Larissa: Na verdade eu sempre gostei de escrever, e cultivava o sonho de ser escritora desde criança. Não foi exatamente uma descoberta porque o desejo sempre esteve ali. Quando decidi publicar meu primeiro livro, aos 17 anos, foi meio que como reavivar um sonho que estava escondido há algum tempo. Tive a oportunidade, e corri atrás dela.

Resenhas: Conte um pouco sobre o lançamento Amor Plus Size…

Larissa: Amor Plus Size conta a história de uma adolescente obesa que precisa lutar pra descobrir seu lugar no mundo. É sobre amor próprio e sobre as batalhas que a gente enfrenta – especialmente contra nós mesmos – pra conseguir conquistá-lo.

Entrevista: Larissa Siriani, autora de Amor Plus Size

FOTO: Divulgação

Resenhas: Como surgiu a ideia para escrever o livro com essa temática?

Larissa: Na prática, surgiu de uma noite de comilança com uma amiga, quando eu estava me sentindo particularmente mal por ter comido demais. Não sei de que maneira um pensamento levou ao outro, mas logo estava pensando em como era horrível isso de se sentir mal por comer, e pensei em todos os exemplos de que tive na vida que me ensinaram que isso é o certo, e como seria se eu tivesse alguém que me mostrasse o contrário – logo, a Maitê já estava formada na minha cabeça. Mas na verdade a ideia era uma coisa que vinha pedindo pra surgir há muito tempo. Quando comecei a acordar pros abusos que eu vinha infligindo no meu corpo, comecei a reparar no quanto a falta de representatividade era um problema. Pra alguém que, como eu, foi gorda a vida toda, faz falta ter um personagem ou pessoa que sirva como um exemplo com o qual você possa se identificar. Eu não tive isso, e queria que outras meninas tivessem.

Resenhas: Você acha importante debater a gordofobia? Já foi vítima ou conhece alguém que já sofreu com isso?

Larissa: Acho essencial! Assim como basicamente qualquer forma de preconceito, a gordofobia não é uma coisa que consiste única e exclusivamente em alguém te ofender de maneira direta por ser gorda. Tem a ver com uma série de pequenos comportamentos e ações que cercam a nossa vida. Eu sofri gordofobia quando recebi apelidos maldosos na escola, mas também sofri quando uma vendedora me dispensou em uma loja por “não ter o meu tamanho”, ou quando procurei por uma calça tamanho 50 numa loja de departamentos e não achei. Sofri quando meus médicos associaram todo e qualquer mal estar ao meu peso. Meu pai sofreu gordofobia quando teve que pagar a mais por um assento maior numa cabine de avião. Está tão fundo na nossa sociedade que já aprendemos a não ver, então é preciso sim falar sobre isso. Não se resolve um preconceito calando o oprimido. Se não falarmos hoje, nada se resolve amanhã.

Resenhas: Qual é o seu recado para quem já passou por isso?

Larissa: Lembre-se sempre que não é você que precisa se diminuir para entrar no padrão limitado dos outros – eles é que tem que se expandir pra te acolher.

Resenhas: Como é o seu contato com o público? A internet te ajudou de alguma forma?

Larissa: A internet é tudo pra mim. Comecei como escritora no extinto Orkut, publicando meus livros nas comunidades de lá, e isso me deu um gás danado pra continuar escrevendo. Publiquei de maneira independente pela primeira vez graças a um site, que só descobri por conta de uma amiga virtual que conheci num fórum sobre livros. Mais da metade do meu público me conheceu ou me conhece por causa das redes sociais. E hoje, tenho a alegria de poder ter contato direto com os leitores graças à internet. Não tem nada melhor que receber depoimentos das pessoas que leram e gostaram, ler as resenhas, discutir o livro com eles. É uma proximidade que não tem preço.

Resenhas: É seu primeiro lançamento pela Verus. Como está se sentindo?

Larissa: Agora estou mais tranquila, mas confesso que no começo eu fiquei bem apavorada, apesar de muito feliz. Ser publicada pelo Grupo Editorial Record é meu sonho desde menina, e sair pela Verus, que publica alguns dos melhores títulos da literatura nacional, foi uma honra imensa! Eu fiquei muito nervosa no começo, com medo de não entregar algo à altura, mas cada vez mais estou provando pra mim mesma que não tinha com o que me preocupar. Agora é continuar trabalhando!

Resenhas: Quem são seus autores favoritos?

Larissa: Tenho tantos!! De literatura juvenil, minhas principais referências são Meg Cabot e Paula Pimenta. Mas fora dessa esfera, também sou apaixonada por Neil Gaiman, Carlos Ruiz Zafón, Markus Zusak… acho que todo bom livro deixa sua marca na gente.

Resenhas: O que está lendo atualmente?

Larissa: O Orfanato da Srta Peregrine para Crianças Peculiares, do Ramson Riggs.

Resenhas: Algum livro ou autor para indicar?

Larissa: Poder Extra G, da Thati Machado – quem curtiu Amor Plus Size definitivamente vai curtir essa história.

Resenhas: Dicas para quem está começando?

Larissa: Estude o mercado para saber no que está se metendo, e não desista se levar alguns nãos. Escrever é metade insistência e metade aprender com os erros. Com paciência, se chega longe!

Quer comprar o livro da Larissa? É só clicar no link abaixo!

LEIA TAMBÉM


Escrito por:

Melissa Marques



Comentários via Facebook

Comentários


Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *