Resenha: Nunca Te Vi… Sempre Te Amei (84, Charing Cross Road) – Helene Hanff

Em primeiro lugar, antes de começar esta resenha, queria deixar bem claro como fiquei indignada com a tradução do título 84, Charing Cross Road para Nunca Te Vi… Sempre Te Amei. Além de não fazer o menor sentido, o livro NÃO é sobre uma história de amor! É tudo tão errado nesse título, que já queria esclarecer logo de início: não espere aqui uma melação ou nada parecido – 84, Charing Cross Road é um livro sensacional, cativante, empolgante e que já entrou pra minha lista dos favoritos.

+ Leia também: Resenha de Drácula – Bram Stoker

Ele é bem curtinho, pouco mais de 100 páginas, mas traz uma sensação tão deliciosa! O livro é composto apenas por cartas: tudo começa quando a nova-iorquina Helene Hanff escreve uma carta para a livraria “Marks & Co.” localizada em 84, Charing Cross Road, Londres. Na primeira correspondência, ela pede o exemplar de um livro que ela gostaria de ter, já que é fanática pela literatura inglesa e não está interessada nas “edições horríveis” norte-americanas.

Quem responde suas cartas é Frank Doel, um dos funcionários da loja de livros usados. Aos poucos, satisfeita com o atendimento, os pedidos de Helene por livros raros aumentam, assim como a quantidade de cartas trocadas com os funcionários da Mark & Co. Dessa forma, a cada carta, vemos as formalidades sumindo e laços de amizade se formando.

Nunca foi tão divertido ler as correspondências de outra pessoa. Parece muito invasivo, mas é interessante como Helene consegue transformar um romance epistolar em algo tão singelo e de bom humor. Fanáticos por livros vão se identificar com as cartas de Helene, que sente uma necessidade absurda de edições raras, charmosas e com textos originais. Frank Doel é um homem educadíssimo, atencioso e polido, enquanto Helene não tem medo de dizer o que pensa e adora um sarcasmo.

+Leia também: Resenha de Contos de Fadas – Edição Comentada e Ilustrada

No livro, a troca de correspondências de Helene não é somente com Frank, mas com sua esposa, outros funcionários da Marks & Co. e até mesmo de outros amigos que estavam de passagem por Londres. Ela, como roteirista e escritora de livros infantis, não conseguia juntar dinheiro o suficiente para conhecer seus amigos londrinos. Então, por 10 anos lemos as cartas trocadas por essas pessoas, quase como se fôssemos amigos íntimos de todos. E, claro, dá muita vontade de comprar uma ediçãozinha na livraria de 84, Charing Cross Road.

Resenha: Nunca Te Vi... Sempre Te Amei (84, Charing Cross Road) - Helene Hanff

Reprodução/National Library of Australia, Alec Bolton

Descobri ao final do livro que essas cartas foram verdadeiras e essa livraria realmente existiu, assim como Frank Doel, sua esposa e outras pessoas que escrevem cartas para Helene, essa bibliófila que vive como escritora freelancer e junta cada moedinha para poder pagar o aluguel. E até mesmo, quem sabe, visitar Londres algum dia no futuro.

Existe um filme de 1987 muito famoso baseado nesse livro, com Anthony Hopkins e Anne Bancroft nos papéis principais. Ainda não assisti, mas já está na fila!

Uma coisa que me entristeceu foi que esse livro é uma raridade em sebos e quase não existem edições para comprar. Ele não foi reeditado por aqui e só é possível encontrar o livro em inglês por um preço salgado. Eu consegui ler porque achei em PDF, mas queria MUITO a versão física. Editoras, por favor, relancem esse livro!

Resenha: Nunca Te Vi... Sempre Te Amei (84, Charing Cross Road) - Helene Hanff

Título original: 84, Charing Cross Road
Autora: Helene Hanff
Editora: Penguin Books
Número de páginas: 112
Ano: 1970
Gênero: Epistolar
Nota: EstrelaEstrelaEstrelaEstrelaEstrela


Escrito por:

Isabela Zamboni



Comentários via Facebook

2 Comentários

  • roseamadinha@yahoo.com.br'
    Rose amado 30 / 06 / 2016

    Gostaria d saber o link para baixar o livro Nunca te vi sempre te amei . Por favor se puder me ajudar agradeço

    Responder

    • Isabela Zamboni 05 / 07 / 2016

      Oi Rose! Infelizmente não lembro o site onde baixei, mas procurei “84 charing cross road pdf” no Google e encontrei!

      Responder


Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *