Resenhas  |  24.06.2015

Resenha: O Dia de Chu – Neil Gaiman e Adam Rex

Depois de ler O Oceano no Fim do Caminho, fiquei com uma ótima primeira impressão de Neil Gaiman. E fiquei superfeliz ao receber O Dia de Chu, por dois motivos: 1) há anos eu não lia um livro infantil e 2) é escrito por Gaiman.

Resenha: O Dia de Chu - Neil Gaiman

FOTO: Melissa Marques / Resenhas à la Carte

O livro conta a história de Chu, um bebê panda superfofo que tem um grande problema: quando ele espirra, “coisas ruins acontecem”.

Para uma criança o livro é incrível: as ilustrações feitas por Adam Rex são magníficas, coloridas, cheias de detalhes, chamativas, bonitinhas e engraçadas. O livro é – como é de se esperar – extremamente visual e o trabalho do ilustrador é notável!

Resenha: O Dia de Chu - Neil Gaiman

FOTO: Melissa Marques / Resenhas à la Carte

Os pequenos com certeza irão adorar e O Dia de Chu tem tudo para se tornar um daqueles livros que somos obrigados a ler diariamente até as crianças adormecerem, sabe? <3

Mas a história por trás do pequeno Chu também dá uma lição aos  pais (principalmente aos de primeira-viagem): você pode tentar proteger seus filhos, mas existem coisas que estão fora do seu alcance. E isso nós aprendemos em 34 páginas realmente satisfatórias.

Para comprar O Dia de Chu, é só clicar no link abaixo:

Fico feliz ao ver a desenvoltura de Neil como autor. Ele permeia entre o infantil, o juvenil e o adulto sem a menor dificuldade. E isso, com certeza, poucos conseguem.

SINOPSE:

Chu é um filhote de panda fofinho como todo filhote de panda. O que há de diferente com ele – além de sua camiseta verde e de seus charmosos óculos amarelos estilo aviador – é que Chu é um pouco alérgico. E quando ele espirra, coisas ruins podem acontecer. Sem dizer exatamente que coisas são essas, o cultuado escritor britânico Neil Gaiman vai prendendo a atenção dos pequenos em O dia de Chu, que acompanha um dia de fortes emoções na vida desse simpático filhote.

Carinhosos e cuidadosos, os pais de Chu sabem que coisas ruins podem acontecer quando o filhote sente aquela coceirinha no nariz. E se atentam para qualquer sinal de que ele possa espirrar. Mas não é que às vezes as coisas acontecem quando menos esperamos?! Ou será que Chu gosta mesmo é de confundir seus pais (e o leitor)?

O dia de Chu começa com uma visita à biblioteca cheia de livros empoeirados, passa por um almoço no restaurante Moby Dinner, onde há um forte cheiro de pimenta no ar, e termina com um animado espetáculo de circo. Será que Chu vai espirrar hoje?

 

Confira o booktrailer do livro:

LEIA TAMBÉM

Ajude o Resenhas! Clicando na imagem abaixo você contribui para o crescimento do blog! 🙂

Ajude o resenhas a crescer

Anterior
Próximo
Compartilhe
Comente Aqui
0 Comentários “Resenha: O Dia de Chu – Neil Gaiman e Adam Rex”