Resenha: Os Crimes do Dançarino da Sé – Marcelo Antinori

Depois do primeiro volume A Sereia de Vidro (resenha aqui), o autor Marcelo Antinori continua sua história no segundo livro da série, Os Crimes do Dançarino da Sé.

Os livros pocket são uma ótima pedida para quem deseja uma leitura rápida, divertida e misteriosa. Logo no início de Os Crimes do Dançarino da Sé já lidamos com um assassinato cruel no centro de São Paulo. Um corpo destroçado, jogado em um carrinho de supermercado e rodeado de velas e outros adereços estranhos. Só que o problema é que o corpo foi deixado no território de Coutinho, o líder do tráfico da região.

Resenha: Os Crimes do Dançarino da Sé

Foto: Isabela Zamboni/Resenhas à La Carte

No primeiro livro, acompanhamos um escritor que se envolve em uma situação supercomplicada por conta de um “affair”. Depois de conhecer a sensual Ana Pérsia, o protagonista precisa ajudá-la a se livrar de perigos e pessoas que possam estar em seu encalço. Aqui, a personagem de Ana retorna à trama e se envolve cada vez mais com o protagonista; este, por sua vez, mais apaixonado, em conflito com sua esposa e estreitando suas relações com a máfia local.

+ Veja também: resenha do livro Para Ler Como um Escritor, de Francine Prose

A continuação de Sereia de Vidro é um livro mais maduro, com personagens bem construídos, crítica social e uma narrativa fluida. Para quem gosta de mistério/romance/drama, é um livro interessante, principalmente por estar inserida em um contexto nacional. O autor mostra domínio de território, descrevendo com detalhes a cidade de São Paulo.

Mas, por ser uma resenha, não posso deixar de revelar minha opinião pessoal: não é o meu tipo de livro. Acontece que, por mais que eu reconheça o bom trabalho realizado aqui, não consigo suportar nenhum dos personagens.

Resenha: Os Crimes do Dançarino da Sé

Foto: Isabela Zamboni/Resenhas à La Carte

Algumas descrições são sexuais demais, o livro acabou se revelando muito masculino para mim. São muitas descrições de seios, sexo, mulheres lindas, decotes e etc. Sei que o protagonista é masculino e vemos tudo pelo seu ponto de vista, mas não é uma leitura que me apetece.

Para mim, é essencial se identificar com algum personagem, ou pelo menos sentir empatia. Neste livro, isso não acontece. São todas pessoas são cruéis, ruins, ou criminosas/hipócritas. Não dá pra sentir nem um pouco de afeto ou vontade de continuar lendo suas trajetórias. Mas, como eu já reafirmei, é opinião pessoal. Você pode gostar muito mais do que eu!

Título original:  Os Crimes do Dançarino da SéResenha: Os Crimes do Dançarino da Sé
Autor: Marcelo Antinori
Editora: Bússola
Número de páginas: 100
Ano: 2015
Gênero: Ficção / Literatura Nacional
NotaEstrelaEstrelaEstrelaestrela vaziaestrela vazia


Escrito por:

Isabela Zamboni



Comentários via Facebook

Comentários


Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *