10 livros curtinhos para ler em um dia!

Aqui no Resenhas nós adoramos aqueles livros enooormes, com histórias detalhadas e muitas reviravoltas. Mas também sabemos do valor de uma boa história curtinha: aqueles livros surpreendentes, super bem escritos, e que trazem personagens inesquecíveis, mesmo com poucas páginas. Por isso, se esse é o tipo de obra que você procura, vale ficar ligado na lista a seguir! Trouxemos 10 livros curtinhos para ler em um dia. Aposto que você vai gostar 🙂

10 livros curtinhos para ler em um dia

A Metamorfose – Franz Kafka

Resenha: A Metamorfose - Franz Kafka
Foto: Isabela Zamboni | Resenhas à la Carte

O livro conta a história de Gregor Samsa – um caixeiro viajante que transforma-se em um inseto nojento. A narrativa já começa com a transformação do personagem, deixando todo o contexto para depois. A frase que inicia o livro já é clássica: “Certa manhã, ao despertar de sonhos intranquilos, Gregor Samsa encontrou-se em sua cama metamorfoseado num inseto monstruoso”.

Clique aqui para ler a resenha completa

Manfredo – Lord Byron

Resenha: Manfredo - Lord Byron
Foto: Isabela Zamboni/Resenhas à la Carte

Manfredo é uma obra de sensações. Um homem atormentado com o remorso, a culpa e a dor de ter feito mal à única pessoa que já amou. Alguns dizem que o poema é baseado na vida do próprio Byron, que teria tido um romance incestuoso com a meia-irmã e, por conta disso, exilou-se na Suíça.

Clique aqui para ler a resenha completa

O Alienista – Machado de Assis

O Alienista é uma célebre obra literária humorística do escritor brasileiro Machado de Assis. Muitos o consideram um conto, mas a maioria dos críticos e especialistas o consideram uma novela por causa da sua estrutura narrativa.

O livro conta a história do Dr. Bacamarte. Um alienista (a designação de psiquiatra na época) convencido de que a infertilidade de sua esposa está diretamente atrelada às condições físicas e mentais do cônjuge. Para provar sua teoria, o alienista cria a Casa Verde, um local para realizar estudos inéditos sobre a mente humana, mas acaba se perdendo na sua própria loucura.

Noite na Taverna – Álvares de Azevedo

Resenha: Noite na Taverna - Álvares de Azevedo
FOTO: Melissa Marques | Resenhas à la Carte

Comecei a leitura e não sabia muito bem o que esperar. Muitos comparam Álvares de Azevedo com a estética byroniana, principalmente por sua melancolia. Tédio, pessimismo e hedonismo são temas frequentes. Além disso, o autor é famoso pela dicotomia que suas obras apresentam: o amor em sua forma mais pura e a volúpia. A fé e o ceticismo, a vida e a morte…

Clique aqui para ler a resenha completa

Nossas Noites – Kent Haruf

Resenha: Nossas Noites - Kent Haruf
FOTO: Melissa Marques / Resenhas à la Carte

O que mais me impactou foi a capacidade do autor em emocionar por meio de suas palavras. Diversas vezes me peguei chorando ao ler capítulos de duas páginas ou menos. E isso, meus amigos, é algo que poucos conseguem fazer.

construção do relacionamento de Louis e Addie em Nossas Noites é gradativa e acontece de forma natural, sincera, leve e muito bonita. A rede de apoio que formam, como lidam com as situações de preconceito, enfim… tudo acerta o coração do leitor em cheio.

Clique aqui para ler a resenha completa

A Morte de Ivan Ilitch – Tolstói

Resenha: A Morte de Ivan Ilitch - Lev Tolstói
FOTO: Melissa Marques | Resenhas à la Carte

A Morte de Ivan Ilitch ainda nos faz refletir sobre as respostas que buscamos: seja em nós mesmos, nos outros, ou em Deus (como quer que você o conceba). E que muitas vezes não encontramos. Enfim, não espere nenhuma grande redenção ou descoberta do protagonista: da mesma forma que ele surge, se esvai, deixando como lição o viver a sua própria vida, não a vida que esperam que você viva“.

Clique aqui para ler a resenha completa

Na Praia – Ian McEwan

Resenha: Na Praia - Ian McEwan
Foto: Isabela Zamboni/Resenhas à la Carte

O livro conta a história de Edward Mayhew e Florence Ponting, ambos virgens, que se instalam num hotel na praia de Chesil, perto do Canal da Mancha, para celebrar a noite de núpcias. O enredo é basicamente esse: durante a noite de núpcias do casal, com sua prosa implacável, McEwan alterna os pontos de vista de Edward e Florence, mostrando seus pensamentos e motivações mais secretas. Também conhecemos detalhes sobre a vida íntima de cada um e os acontecimentos que os levaram ao casamento.

Clique aqui para ler a resenha completa

Para Educar Crianças Feministas – Chimamanda Ngozi Adichie

Para educar crianças feministas: Um manifesto - Chimamanda Ngozi Adichie
FOTO: Melissa Marques | Resenhas à la Carte

Para educar crianças feministas foi escrito, primeiramente, em formato de carta: uma amiga da autora pediu conselhos sobre como educar uma criança de forma feminista. Chimamanda, então, escreveu 15 pontos que acredita serem indispensáveis para que – ao criar um filho ou uma filha – suas ideias sejam mais igualitárias. Depois de editada, a carta acabou virando um manifesto, publicado como livro em diversos países do mundo.

Clique aqui para ler a resenha completa

Faça Boa Arte – Neil Gaiman

Resenha: O Discurso Faça Boa Arte - Neil Gaiman
Foto: Isabela Zamboni/Resenhas à La Carte

O Discurso Faça Boa Arte, de Neil Gaiman, é uma transcrição do discurso que o autor fez em 2012 para a University of the Arts na Filadélfia. Com duração de 19 minutos, ele fala sobre arte, vida, carreira, jornada e aquilo que todos sempre pensamos em algum momento: “o que estou fazendo com minha vida???? O que devo fazer agora??”.

Clique aqui para ler a resenha completa

Bonsai – Alejandro Zambra

Bonsai é a história de um amor, o de Julio e Emilia, e é a história do fim desse amor. É também uma história sobre a consciência do fim. E não apenas para Emilia e Julio, “jovens tristes que leem romances juntos, que acordam com livros perdidos entre as cobertas”, mas também para nós, leitores, que na primeira linha desta história falsamente simples recebemos a notícia: “No final ela morre e ele fica sozinho”. Resta o cultivo obsessivo de bonsais e a literatura, fraturada, com suas mentiras doces, livros apócrifos e irônica metalinguagem. Romance de estreia do escritor chileno, o livro foi adaptado para o cinema.

LEIA TAMBÉM

Converse com o Resenhas! Clique na imagem abaixo e assine a newsletter:

Newsletter Resenhas à la Carte - Vamos falar de livros?

Comentários via Facebook

2 Comentários

  1. Rafaela

    3 de abril de 2020 at 00:36

    Muito legal! Quero ler todos da lista. Estava precisando deste incentivo. Acabei de conhecer o blog de vocês pesquisando a resenha de “O Filho de Mil Homens”. Adorei! E agora vi que são de Bauru. A maior coincidência, moro aí também hehe abraço

    1. Melissa Marques

      3 de abril de 2020 at 08:51

      Oi, Rafa!
      Primeiro, obrigada pela sua visita 🙂

      Fico feliz que tenha gostado da seleção dos livros… depois me conta qual leu e se gostou.

      Beijos, Mel.

Comentar