Matérias  |  07.10.2021

Tudo sobre Abdulrazak Gurnah, ganhador do Nobel de Literatura em 2021

O romancista Abdulrazak Gurnah, da Tanzânia, recebeu o Prêmio Nobel de Literatura de 2021 nesta quinta-feira (07/10).

Tudo sobre Abdulrazak Gurnah, ganhador do Nobel de Literatura em 2021
FONTE: BBC

Ao anunciar o prêmio, a Academia Sueca elogiou Gurnah por retratar os “efeitos do colonialismo” de forma “intransigente e compassiva”. O prêmio tem hoje o valor de 10 milhões de coroas suecas (R$ 6,2 milhões).

Autor de 10 romances, Gurnah tem hoje 73 anos. Seus livros mais famosos são Paradise (Paraíso, sem edição em português) e Desertion (Deserção, também sem edição em português).

Publicado em 1994, Paradise conta a história de um menino que cresceu na Tanzânia no início do século 20. O livro ganhou o Booker Prize, marcando a revelação de Gurnah como escritor.

“A dedicação de Abdulrazak Gurnah à verdade e sua aversão à simplificação são impressionantes”, disse o Comitê do Nobel de Literatura.

“Seus romances fogem de descrições estereotipadas e abrem nosso olhar para uma África Oriental culturalmente diversificada, desconhecida para muitos em outras partes do mundo.”

Tudo sobre Abdulrazak Gurnah, ganhador do Nobel de Literatura em 2021

“[Seus] personagens se encontram em um hiato entre culturas e continentes, entre uma vida que existia e uma vida que surge; em um estado de insegurança que nunca pode ser resolvido.”

Nascido na cidade tanzaniana de Zanzibar, em 1948, Gurnah foi para o Reino Unido como refugiado no final dos anos 1960. Na Inglaterra, se tornou professor de Inglês e Literaturas Pós-Coloniais na Universidade de Kent, onde se aposentou há pouco tempo.

Na ocasião, sua terra natal, liberada do domínio britânico em 1963, enfrentava um golpe que levou à opressão e massacre de cidadãos de origem árabe. Pertencente à minoria perseguida, o autor foi forçado a deixar a família e se refugiar nas terras de seus colonizadores para seguir com os estudos.

Ele só voltaria à Tanzânia anos depois, em 1984, pouco antes da morte do pai. “Ir para Inglaterra com aquela idade, me mudar de um lugar para o outro, ser um estranho lidando com as dificuldades de encontrar o meu próprio caminho, tendo que abandonar o meu lar, esse tipo de coisa me influenciou”, contou em entrevista ao site Afraso.

A escrita em si despertou aos 21 anos, nos primeiros anos longe de casa. Embora a língua materna fosse o swahili, foi escrevendo inglês que ele conseguiu transmitir para o papel suas ideias, sempre influenciadas pela saudade de casa e pela vivência como nativo de uma antiga colônia inglesa. “Tem a ver com memória, mas não no sentido de lembrar coisas que aconteceram comigo ou com minha família. Eu nunca escrevi uma história baseada em fatos reais, mas pequenos fragmentos fazem referência a situações que aconteceram com alguém”, conta.

Suas principais influências, porém, vieram de território anglófono, como Shakespeare e V.S. Naipaul, já que o acesso à literatura em sua língua nativa era difícil até mesmo quando ainda morava na Tanzânia. As poesias em árabe e em persa, especialmente o clássico As Mil e Uma Noites, assim como o próprio Alcorão, também foram fontes significativas de sua construção como escritor.

Gurnah publicou dez romances.

“Eu não sou como Virginia Wolf, que sabia desde os 10 anos que queria ser uma escritora. Eu apenas me peguei colocando as coisas no papel um certo dia.”

Sobre o Nobel de Literatura

Os prêmios Nobel, concedidos desde 1901, reconhecem realizações em literatura, ciência, paz e economia.

Vencedores anteriores incluíram romancistas como Ernest Hemingway, Gabriel García Márquez e Svetlana Alexievich, contistas como Alice Munro e poetas como Pablo Neruda.

Também foram premiadas pessoas em outras áreas. O ex-primeiro-ministro do Reino Unido Winston Churchill, por exemplo, venceu o prêmio por suas memórias. O músico Bob Dylan foi premiado por suas letras e Bertrand Russell por sua filosofia. O primeiro escritor em língua portuguesa a vencer o prêmio foi José Saramago, em 1998.

No ano passado, a vencedora do Nobel de Literatura foi a poetisa americana Louise Gluck.

FONTE: BBC e Veja

LEIA TAMBÉM

Ajude o Resenhas! Clicando na imagem abaixo você contribui para o crescimento do blog! 

Anterior
Próximo
Compartilhe
Comente Aqui

0 Comentários “Tudo sobre Abdulrazak Gurnah, ganhador do Nobel de Literatura em 2021”
[fbcomments]