Resenhas  |  05.03.2020

Resenha: Raízes do Mal – Gwenda Bond (Stranger Things)

Raízes do Mal é o primeiro livro oficial do universo expandido de Stranger Things que chegou ao Brasil pela Intrínseca em 2019 e, imediatamente, tornou-se sucesso de vendas (assim como a série é um dos maiores sucessos da Netflix). Como adoro a história de Will, Mike, Eleven, Dustin e Lucas, resolvi começar o ano com esse livro, já que o retorno da série está previsto apenas para dezembro de 2020.

Resenha: Stranger Things | Raízes do Mal - Gwenda Bond

Confira a sinopse oficial, retirada do Skoob:

“Primeira história oficial do universo expandido de Stranger Things. Descubra o passado sombrio da mãe de Eleven e do médico perverso envolvido no projeto MKULTRA.

Uma das séries de maior sucesso dos últimos tempos, Stranger Things surpreendeu espectadores de todas as idades. Agora, a poucos meses da estreia da aguardada terceira temporada, a Intrínseca lança o primeiro livro oficial da série, que explora o passado de dois dos personagens mais enigmáticos da produção: Terry Ives, a mãe de Eleven, e o Dr. Martin Brenner, o homem que separou as duas.

Em plena década de 1960, os Estados Unidos estão passando por profundas mudanças políticas e sociais, e Terry Ives, estudante de uma cidadezinha em Indiana, se vê à parte dos acontecimentos. Cansada de ser uma mera espectadora das mudanças à sua volta, ela enxerga sua grande chance de entrar para a história ao se voluntariar para participar de um projeto ultrassecreto do governo chamado MKULTRA, realizado no laboratório de Hawkins.

É lá que ela conhece o dr. Martin Brenner, um homem cruel capaz das maiores atrocidades para alcançar seus objetivos. Terry logo se vê presa em uma trama repleta de manipulações e perigos, travando com Brenner uma guerra em que a mente humana é o campo de batalha. E sua única chance de vitória reside em uma menininha com poderes sobre-humanos e um número no lugar do nome.

Obra oficial de Stranger Things, Raízes do mal expande o universo da série, aprofundando a trama, e volta no tempo para explicar como os destinos de Terry, Brenner, Eleven e Eight se cruzaram pela primeira vez.”

Clique abaixo para comprar:

Durante os primeiros capítulos, não senti muito a atmosfera da série, e achei  a escrita da autora um pouco fraca. Mas ainda não sabia o motivo. De qualquer forma, foi bastante interessante a contextualização que Gwenda Bond fez dos anos 60: os personagens assistem ao homem chegando à Lua pela primeira vez, participam de Woodstock… Enfim, tudo bem datado (não no sentido pejorativo da palavra, haha).

Em Raízes do Mal, conhecemos Terry – mãe de Eleven. Ela é descrita como uma moça inteligente, curiosa, ao mesmo tempo que não costuma se arriscar muito, porém, teimosa – do tipo que coloca algo na cabeça e só para quando conclui o projeto. E é assim que Terry se envolve, a princípio, com um “experimento” do governo. Em troca de 15 dólares por encontro (que nos anos 60 era praticamente uma fortuna), a garota concorda em participar como “cobaia humana” no novo laboratório instalado em um prédio antigo de Hawkings. (!!!)

A princípio os encontros são esparsos, porém, com o tempo, eles acabam se tornando mais frequentes, secretos e perturbadores. No livro, temos um pouco mais de informações sobre Dr. Brenner. Ele induz os participantes a utilizarem drogas – LSD, coquetéis e até choques elétricos, por exemplo – para “expandir a mente” e “procurar a verdade”. Mas em momento nenhum ele é claro sobre que tipo de verdade está procurando.

Resenha: Stranger Things | Raízes do Mal - Gwenda Bond

FOTO: Melissa Marques | Resenhas à la Carte

Conforme a leitura avança, a obra torna-se mais densa, obscura, permeada por segredos. Aí sim a “atmosfera” de Stranger Things toma conta. A Guerra Fria e a corrida armamentista tornam-se  pano de fundo, assim como a “ameaça” Russa e a necessidade de estar à frente da potência socialista, custe o que custar.

Em Raízes do Mal também conhecemos alguns personagens coadjuvantes, mas extremamente carismáticos: Glória, Ken, Alice, Andrew… Cada um tem uma participação importante no desenvolvimento da trama (não vou contar para não dar muito spoiler). Se a série deixou alguns fãs com dúvidas – Quem é o pai de Eleven? Como era o passado de Kali (Eight)? Como mãe (Terry) e filha (Jane) foram separadas pelo Dr. Martin Brenner? etc – neste livro, encontramos essas e outras respostas do universo de Stranger Things.

No final, a leitura acabou sendo bastante agradável e divertida. O livro funciona tanto para quem já conhece a história da série, quanto para quem “caiu de paraquedas” e não sabe absolutamente NADA sobre Stranger Things. Ponto positivo para a obra 😉

E você, já leu? O que achou? Conta pra gente nos comentários! Vale lembrar que o livro Cidade nas Trevas já está disponível também!

NOTA:

LEIA TAMBÉM

Converse com o Resenhas! Clique na imagem abaixo e assine a newsletter:

Newsletter Resenhas à la Carte - Vamos falar de livros?

Anterior
Próximo
Compartilhe
Comente Aqui
0 Comentários “Resenha: Raízes do Mal – Gwenda Bond (Stranger Things)”